1.500 Crianças e jovens desafiadas a pintar a “Amizade”

Felgueiras abriu hoje oficialmente um dos maiores concursos de pintura do país, designado “Pinta”, que decorre até sábado, destinado a cerca de 1.500 crianças e jovens do concelho.

A cerimónia decorreu na Biblioteca e Arquivo Municipal e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Inácio Ribeiro, de vereadores do município e de representantes das entidades parceiras da iniciativa.

Dia da Criança Felgueiras site Pinta 2

Com o tema Amizade, o concurso envolve crianças e jovens dos três aos 16 anos.

Inácio Ribeiro reforçou o “caracter simbólico muito acentuado” do concurso e lembrou a necessidade de cultivar nos mais jovens “um sentimento que contrarie os tempos conturbados que o mundo tem vivido”.

“Nestes tempos tão conturbados, promover um concurso de artes e pintura, junto dos meninos e meninas dos três aos 16 anos, e coloca-los a pintar a amizade acho que é o melhor antídoto para reagir a todos essas cargas negativas e começarmos a cultivar a sociedade que queremos amanhã”, vincou o edil, remetendo-se ao problema dos refugiados, à intolerância religiosa e ao terrorismo.

A cerimónia contou com a participação de dezenas de crianças e culminou com uma largada de balões.

Dia da Criança Felgueiras site Pinta

Também presente esteve Joana Coutinho, em representação da Amnistia Internacional, parceira do concurso, que realçou o tema escolhido por Felgueiras.

“O tema escolhido para este ano, a amizade, não poderia ter sido melhor escolhido, porque a amizade é a base de tudo”, considerou, acrescentando:

“É muito importante incutir nas crianças o sentimento da amizade, para olharem para a nossa sociedade com respeito pela vida e pelo próximo”.

Os CTT, entidade parceira da ação, ofereceram um porquinho sob o lema “Pinta o teu mealheiro para no Banco CTT depositares o teu dinheiro” e convidaram as crianças a pintarem o porquinho.

No final do concurso, e depois de apurados os nove trabalhos dos três níveis a concurso, os vencedores irão deslocar-se à sede da Amnistia Internacional de Portugal, onde vão deixar os três primeiros trabalhos premiados.

São também parceiros da iniciativa a ACLEM, os Agrupamentos de Escolas da Lixa, de Airães, de Felgueiras, de Idães e D. Manuel de Faria e Sousa, a CERCIFEL, a CPCJ, EDP Distribuição, a Escola Profissional de Felgueiras, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras, a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, o Instituto Superior de Ciências Educativas Douro, a Rota do Românico e a Secretaria de Estado da Juventude e Desporto.