AICEP diz que dinamismo da região é exemplo para o país (C/VÍDEO)

“É um exemplo a seguir pelo resto do território nacional”, afirmou Miguel Frasquilho, considerando tratar-se de uma região “extraordinariamente dinâmica”.

FOTO: Armindo Mendes

O presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) sublinhou hoje o “exemplo” da região Tâmega e Sousa, por ser a que apresenta o melhor indicador do país na taxa de cobertura das importações pelas exportações, que é de 245%.

“É um exemplo a seguir pelo resto do território nacional”, afirmou, considerando tratar-se de uma região “extraordinariamente dinâmica”.

O Tâmega e Sousa é região líder no país nos setores do calçado, mobiliário, vinho verde e extração de granito.

Para Frasquilho, o “maior ativo” deste território é “a sua capacidade de inovação, de dinamismo e de se adaptar à realidade e vencer as dificuldades”.

“Foi isso que notámos com a crise, que tem sido muito ultrapassada pelos empresários portugueses. Os desta região são um exemplo de referência”, assinalou ainda.

Falando em Felgueiras à agência Lusa, o presidente da AICEP sublinhou “a mudança estrutural de mentalidade” ocorrida nos últimos anos, o que “é importante para o futuro do país”.

“Quero cumprimentar os empresários e felicitá-los pelo trabalho notável nos últimos anos”, observou.

Miguel Frasquilho visitou hoje duas empresas da região, a primeira do setor da extração e transformação de granitos, no Marco de Canaveses, e a segunda, de calçado, em Felgueiras.

No final, reuniu-se, em Felgueiras, com o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, organismo que representa as associações empresariais do Tâmega e Sousa.