António Faria, chefe de gabinete de Nuno Fonseca, indicado como candidato a deputado

António Faria, atual chefe de gabinete do presidente da Câmara de Felgueiras e “braço direito” de Nuno Fonseca na autarquia e no movimento “Sim Acredita”, é um dos dois nomes indicados pelo PS/Felgueiras para a lista de candidatos a deputado, pelo círculo do Porto, nas próximas Eleições Legislativas, disse hoje fonte da Comissão Política Concelhia.

Segundo a fonte, o documento com a indicação de António Faria já foi encaminhado para a Federação do Porto do Partido Socialista. Além de António Faria, também foi escolhido o nome de Catarina Assis, membro da concelhia, para a lista de candidatos a deputados.

A indicação de António Faria não foi consensual na última reunião do secretariado PS, quando a matéria foi discutida.

Acresce que fontes ouvidas pelo Expresso de Felgueiras afiançam que o presidente da concelhia, Miguel Faria, terá comunicado à distrital do PS a sua intenção de se demitir da liderança do PS/Felgueiras, alegadamente descontente com a forma como decorreu o processo de escolha dos candidatos a deputados, nomeadamente a alegada influência de Nuno Fonseca, que não é militante, num assunto interno do partido.

Por outro lado, o nome do presidente da concelhia chegou a estar em cima da mesa como uma possibilidade de ser candidato a deputado, como é tradição no PS/Felgueiras, mas também não foi consensual entre os membros do secretariado.

Ouvido pelo Expresso de Felgueiras, Miguel Faria disse não confirmar nem desmentir aquela informação (demissão) acrescentando que nesta quinta-feira haverá nova reunião do secretariado e só depois assumirá uma posição pública.

O Expresso de Felgueiras pediu, entretanto, um comentário ao presidente da câmara sobre a indicação do seu chefe de gabinete para a lista de candidatos a deputados e sobre o alegado pedido de demissão de Miguel Faria da liderança do PS.

Nuno Fonseca remeteu, para momento posterior, uma declaração sobre os dois assuntos.