Associação Desportiva de Várzea critica organização do International Soccer Championship

A Associação Desportiva de Várzea Futebol Clube criticou a organização do International Soccer Championship, torneio de futebol juvenil de cariz internacional, direcionado a jovens, que decorre até 26 de junho, na cidade de Matosinhos, Porto.

Este torneio tem como objetivo promover o futebol no sector juvenil, fomentar a formação dos atletas, ajudando à revelação de talentos e ao fomento da prática desportiva.

No comunicado enviado ao Expresso de Felgueiras, a Associação Desportiva de Várzea afirmou que a organização da competição descurou aspetos como a alimentação que considera ter sido em “pouca qualidade e quantidade” e lembrou que o local onde a comitiva podia almoçar e jantar, a chamada Praça da Alimentação, “não tinha qualquer coberto”.

“A comitiva ficou debaixo de um sol tórrido e caso tivesse chovido não sabemos qual seria a solução”, lê-se no comunicado.

Quanto ao transporte disponibilizado à equipa, os dirigentes da AD Várzea recordam que independentemente da hora do jogo, fosse de manhã ou de tarde, este era efetuado sempre às 8 horas da manhã.

Na nota que nos foi enviada, o clube felgueirense lamentou, ainda, a inexistência de árbitros nos jogos nos primeiros dias da prova e revelou que houve equipas que acabaram por desistir o que fez com que o quadro competitivo fosse alterado.

Esta situação, segundo a associação, fez com que no primeiro dia, a formação da AD Várzea não tivesse jogo.

No que toca aos espaços de lazer disponíveis, o clube felgueirense considera que as condições “deixam muito a desejar” e recorda que existia “apenas uma playstation para centenas de crianças e dois insufláveis, que se encontravam ao sol, sendo praticamente impossível usufruir desse espaço”.

A AD Várzea pediu, entretanto, à organização do International Soccer Championship a restituição de valores pagos inicialmente pelo clube.

O coordenador do futebol de formação AD Várzea Futebol Clube, Miguel Fernandes, considerou ser lamentável o que está a suceder e assegurou que existem outros clubes, como o Alverca e o Belenenses, que já manifestaram o seu desagrado pela situação.