Bombeiros da Lixa sem dinheiro para reparar ambulância envolvida em acidente

O comandante José Campos disse hoje à Lusa que o conserto do veículo, parado desde agosto, está orçado em mais de 20.000 euros, um valor demasiado elevado para as possibilidades da associação humanitária

A ambulância medicalizada dos bombeiros da Lixa, habitualmente solicitada para transporte de doentes entre hospitais, está inoperacional devido a um acidente e a corporação não tem meios para a reparação.

O comandante José Campos disse hoje à Lusa que o conserto do veículo, parado desde agosto, está orçado em mais de 20.000 euros, um valor demasiado elevado para as possibilidades da associação humanitária.

A ambulância ficou inoperacional na sequência de um acidente de viação, em agosto, quando se deslocava para uma ocorrência e chocou com outro veículo.

“É uma ambulância de socorro especial, bem equipada, e muito solicitada pelo Hospital do Vale do Sousa”, explicou.

A viatura tem cerca de 10 anos, mas ainda estava em boas condições, o que, defendeu José Campos, justifica a reparação, até porque a cabine de socorro não foi afetada.

A propósito, lembrou que uma ambulância nova, com aquelas características especiais, custa mais de 60.000 euros.

Face às dificuldades financeiras, a corporação avançou com uma campanha para angariação de fundos que ajudem a reparar o veículo junto da comunidade servida pelos Bombeiros da Lixa, que compreende território dos concelhos de Felgueiras e de Amarante.

Ambulancia dos BV LixaAlém de cartazes distribuídos pelas várias localidades, também estão a ser usadas as redes sociais para ajudar a divulgar a campanha.

As ajudas podem ser efetuadas através do NIB: 0035 0400 00000338330 61 e IBAN: PT50 0035 0400 00000338330 61.