Está em
Início > Destaque > Dois militares da GNR acusados de agressões a cidadão na Lixa

Dois militares da GNR acusados de agressões a cidadão na Lixa

O Ministério Púbico informou hoje ter deduzido acusação contra dois militares da GNR, por alegadas agressões a um homem praticadas na Lixa, no concelho de Felgueiras.

Segundo se pode ler na página na Internet da Procuradoria Geral Distrital do Porto, os dois arguidos vão responder, cada um, pela “prática de um crime de ofensa à integridade física qualificada”.

Os factos remontam a 21 de agosto de 2014, quando os dois guardas, no Largo da Igreja da Lixa, no decurso de uma patrulha às ocorrências, “detiveram, algemaram e conduziram para o posto, sempre sob detenção, um cidadão do sexo masculino”.

O Ministério Público concluiu na investigação que, já no posto policial, “o cidadão foi agredido a murro, a pontapé e com pancadas de cassetete pelos dois militares arguidos e por outros que se encontravam no posto, cuja identidade não foi possível apurar ao certo”.

Segundo a acusação, a detenção ocorreu depois de o cidadão ter dirigido palavras que os militares consideraram “injuriosas, humilhantes e até atentatórias da sua dignidade pessoal e militar”.

Top