Está em
Início > Destaque > E querem que acredite?

E querem que acredite?

Já começou oficialmente a campanha eleitoral embora as máquinas das diferentes candidaturas já estejam no terreno há algum tempo. Como infelizmente já referi a campanha desce cada vez mais o tom e o ataque começa a ser cada vez mais pessoal por parte de algumas candidaturas.

De forma encapotada o candidato Nuno Fonseca vai tentando deixar passar uma imagem de que não ataca pessoalmente, não questiona, mas vai tendo à sua volta e na sua esfera pessoal quem o faça. Há promessas de emprego, há “sondagens” que garantem empates, há promessas milagrosas de licenciamentos ilegais, há promessas de pequenos almoços, promessas para os comerciantes e muitas outras.

O que é preciso dizer é que Nuno Fonseca ocupou o lugar deixado vago por Inácio Ribeiro na Associação Empresarial de Felgueiras, nunca neste tempo criou algo de substancialmente diferente do que Inácio Ribeiro criou na altura. Faz promessas de campanha aos comerciantes, faz declarações oportunistas aquando do encerramento da Av. Leonardo Coimbra para um concerto de Pedro Abrunhosa que encheu e trouxe muita gente de fora a Felgueiras e critica o estacionamento pago. Durante o período de consulta pública do Regulamento de estacionamento não houve um único contributo de proposta de alteração por parte do líder da AEF, Nuno Fonseca. Basta falar com os comerciantes para perceber o que foi feito pela AEF, mesmo tendo recebido por parte da câmara cerca de 160 mil euros nos últimos dois anos como forma de apoio para dinamização do comércio local. Nada foi feito. Durante os últimos 4 anos em todos os regulamentos não houve um único contributo dos hoje candidatos para alterar o que quer que fosse! Aparecem todos nas eleições com as críticas, inflamam os discursos, uns porque queriam favores e não os obtendo seguiram outro rumo, outros porque a ambição fala mais alto querem o poder a todo o custo. Basta olhar para os cartazes e verificar quantos dos candidatos são PS e ver por onde andaram nos últimos anos.

Entretanto Nuno Fonseca lança um outdoor afirmando que foram gastos 350 milhões de euros, em 8 anos, pela câmara. Aquando da apresentação do candidato para a câmara pela coligação Livre / PS (sim, o PS foi relegado para segundo plano), “Sim, Acredita”, afirmou que eram 400 milhões de euros. Afinal são 400 milhões ou 350 milhões? Talvez pela altura das eleições, a tirar 50 milhões por semana, cheguem a um valor aproximado.

Perante esta afirmação é importante repor a verdade. O valor da despesa da câmara é visto nas Contas de Gerência, aprovadas em reunião de Câmara e em Assembleia Municipal sendo por isso públicas e por isso mesmo o candidato Nuno Fonseca tem como obrigação saber ler e interpretar os documentos básicos de gestão do Município. Desde 2010 (já que as contas de 2009 ainda se reportavam a um orçamento realizado e executado pelo anterior executivo), a soma da despesa dá cerca de 240 milhões de euros, ou seja, menos 110 milhões (!!!) do que aquilo que o candidato Nuno Fonseca afirma.  Já aqui estão a mentir deliberadamente. Mas continua. É que do total da despesa há uma parte que são despesas fixas (ordenados, iluminação pública, reparações/manutenções, refeições escolares, etc.) e o restante é o valor para obras (investimento). O total do valor restante para obras é de cerca de 85 milhões de euros.

E aqui, das duas uma. Ou o candidato não sabe o que está a afirmar e não está minimamente preparado para o exercício do cargo, ou mentiu deliberadamente ao eleitorado. Não sei o que é pior. Se a falta de preparação se a mentira para quem pede que acreditem nele. Se é assim em campanha imaginem no poder.

Não se lhes ouve uma proposta diferente do que já existe ou vai avançar, e que as que fazem ou são ilegais ou impraticáveis só podendo ser afirmadas por quem nunca pensa chegar ao poder e pode prometer tudo. Dizer mal da sua terra e pedir para que as pessoas deixem de ter esperança de terem sempre o melhor, de melhorar a cada ano, a cada mandato e implorarem para acreditarem em algo que não conhecem e o que conhecem já sabem que assenta em mentiras, julgo que os felgueirenses saberão distinguir no dia das eleições.

Top