Está em
Início > Destaque > Escolas privadas da região lideram ranking, mas 14 públicas registam média positiva

Escolas privadas da região lideram ranking, mas 14 públicas registam média positiva

As escolas privadas da região do Tâmega e Sousa continuam a liderar o ranking da região, mas há escolas públicas que se destacam a nível regional e nacional, com posições muito acima do meio da tabela.

De acordo com o ranking para as escolas do ensino secundário, das 30 escolas da região, o Externato Senhora do Carmo, em Lousada, foi o que alcançou melhor posição, estando no 11.º lugar da tabela, com uma média de 13,59.

Segue-se novamente um privado, o Colégio Nova Encosta, de Paços de Ferreira, com uma média de 13,45, posicionando-se no 15.º lugar da tabela nacional.

Ainda nos privados, mas não tão destacados, estão o Colégio Casa Meã, de Paredes, na 32.ª posição, o Colégio de São Gonçalo, na 74.ª posição, o Externato de Vila Meã, na 298.ª posição, ambos de Amarante.

No ensino secundário público, a primeira escola a aparecer no ranking é a Secundária de Alpendurada, no concelho do Marco de Canaveses, com a média de 11,31 e a 114.ª posição nacional.

Em segundo, a Escola Secundária de Penafiel, com uma média de 11,04 e 143.ª posição nacional. Segue-se novamente uma escola do Marco de Canaveses, a Secundária do Marco de Canaveses, com média de 11 e na 152.ª posição nacional.

Em Felgueiras, a nível regional, destacam-se as escolas Básica e Secundária de Felgueiras, com a média de 10,98 (153.º nacional), a Escola Secundária de Felgueiras, com média de 10,60 (233.º nacional) e a Escola Secundária da Lixa, com média de 10,34 (325.º nacional).

Na quinta posição regional aparece a Escola Secundária de Paredes, com média de 10,96 (161.º nacional), seguida da Escola Secundária de Paços de Ferreira, com média de 10,82 (180.º nacional).

Em nono lugar do Tâmega e Sousa, surge a Escola Básica e Secundária de Vale de Ovil, no concelho de Baião, com média de 10,23 (332.º nacional).

Ainda com médias positivas, estão a Escola Secundária de Lousada, 10,22 (334.º nacional), Escola Secundária D. António Taipa, em Paços de Ferreira, com 10,13 (355.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Castelo de Paiva, com média de 10,01 (377.º nacional).

 

Onze das 25 escolas públicas da região com médias negativas

A primeira escola do ensino secundário com média negativa é a Escola Secundária Daniel Faria, de Paredes, com 9,98 (382.º nacional).

Segue-se a Escola Secundária de Amarante, com média de 9,93 (398.º nacional), a Escola Básica e Secundária Lousada Oeste, com 9,90 (407.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Airães, Felgueiras, com média de 9,89 (409.º nacional).

Ainda com média acima dos nove, surge a Escola Básica e Secundária de Lordelo, Paredes, com 9,78 (429.º nacional), a Escola Básica e Secundária Lousada Norte, com 9,68 (449.º nacional), a Escola Secundária de Resende, com média de 9,51 (470.º nacional), a Escola Básica e Secundária de Vilela, em Paredes, com média de 9,45 (479.º nacional), a Escola Secundária de Celorico de Basto, com média de 9,44 (482.º nacional), a Escola Secundária Prof. Flávio F. Pinto Resende, em Cinfães, com média de 9,23 (507.º nacional) e a Escola Secundária Joaquim Araújo, em Penafiel, com média de 9,42 (486.º nacional).

Abaixo dos nove valores ficou a Escola Básica e Secundária de Pinheiro, no concelho de Penafiel, com 8,80 (546.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Idães, em Felgueiras, com média de 8,80 (547.º nacional).

Os dados foram obtidos através dos rankings do PÚBLICO/Católica Porto Business School, para os exames nacionais de 2018.

Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com