Está em
Início > Destaque > Expolixa quer voltar a ser a maior feira de bordados do país

Expolixa quer voltar a ser a maior feira de bordados do país

A feira de artesanato “Expolixa”, na cidade da Lixa, quer reconquistar o estatuto de maior certame nacional de bordados, apostando numa maior participação de artesãos de todo país, mas sobretudo da Lixa, foi hoje anunciado pela organização.

Falando na apresentação do certame, na Casa da Cultura da Lixa, o presidente da Cooperativa do Bordado da Lixa, Sérgio Carvalho, anotou que se trata de um objetivo de médio prazo e que os primeiros passos estão a ser dados desde que, em 2018, foi possível retomar uma feira que já não se realizava há década e meia.

 

Sérgio Carvalho, presidente da entidade organizadora
Sérgio Carvalho, presidente da entidade organizadora

 

“Depois do sucesso do ano passado, vamos continuar a trabalhar para a feira crescer, sobretudo em qualidade”, anotou, sublinhando que o evento é importante para preservar e desenvolver o bordado manual da Lixa, numa altura em que as ações de formação ministradas pela Cooperativa do Bordado da Lixa, com 25 formandos, estão a consolidar esse objetivo.

As primeiras 17 edições do certame, recordou, granjearam prestígio nacional, ao reunirem centenas de artesãos de bordados, destacando-se as bordadeiras tradicionais da Lixa, que representavam uma tradição transmitida de geração em geração.

O evento não se realizou durante 15 anos, mas em 2018 foi retomado por iniciativa daquela cooperativa de artesãos, com o apoio da Câmara de Felgueiras e das juntas de freguesia da zona da Lixa.

 

Expolixa 2019 apresentação na LIxa

 

Com a 19.ª edição, que se vai realizar de 15 a 18 de agosto, na Praça do Comércio, na Lixa, a organização aponta para um número maior de expositores de bordados, mas também de outras artes manuais, de vários pontos do território nacional.

 

Doçaria tradicional e vinhos verdes do concelho estarão também em destaque no certame, a par dos bordados da Lixa

 

No recinto estarão 60 expositores, incluindo alguns ligados à gastronomia local, à vitivinicultura e ao turismo.

 

Vereadores, presidentes de junta e outros convidados assistiram à apresentação
Vereadores, presidentes de junta e outros convidados assistiram à apresentação

 

O presidente da Câmara, Nuno Fonseca, recordou a relevância histórica da Expolixa e elogiou os artesãos, sobretudo mulheres, que ainda se dedicam à atividade.

“Estamos ao lado dos lixenses para perpetuar os bordados da Lixa”, afirmou, reafirmando que o certame deve “dar projeção aos trabalhos das bordadeiras” e que o município está empenhado em trabalhar em conjunto com a organização.

Nos vários dias do certame, haverá momentos de animação musical, sobretudo à noite.

Escola de Música Berço da Cultura da Lixa, no dia 15 de agosto, “Ondas da Música” e Ricardo Azevedo”, no dia 16, “Segundo Céu”, no dia 17 e “Red”, no dia 18, constituirão o cartaz de espetáculos preparado pela organização.

De 16 para 17 de agosto haverá uma “noite branca”, com participação de DJ até às 04:00.

 

Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com