Exportação de calçado de Felgueiras subiu 60% em três anos e criou 2.000 empregos

O volume das exportações do calçado que sai de Felgueiras era de 577 milhões de euros em 2012. O volume global de negócios daquele indústria no concelho é superior a 600 milhões de euros

As exportações de calçado produzido em Felgueiras cresceram 60% de 2009 até 2012, o que permitiu criar 2.000 postos de trabalho no concelho, revelam números da associação do setor.

De acordo com dados da Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado Componentes e Artigo de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), aos quais a Lusa teve hoje acesso, naquele período o desemprego diminuiu 75% no setor em Felgueiras.

De acordo com a APICCAPS, o concelho de Felgueiras é o maior produtor de calçado do país, com um mercado internacional de mais de 150 clientes, exportando 95% da sua produção.

O volume das exportações do calçado que sai de Felgueiras era de 577 milhões de euros em 2012. O volume global de negócios daquele indústria no concelho é superior a 600 milhões de euros.

Entre 2009 e 2012, o desemprego em Felgueiras diminuiu 40%, mas só no setor do calçado a redução foi de 75%, passando de cerca de 2.500 desempregados para pouco mais de 500.

“A redução do nível de desemprego do sector de calçado em Felgueiras foi extremamente significativa, fixando-se hoje em um quarto dos níveis registados no passado”, lê-se no documento.

Segundo a APICCAPS, o concelho de Felgueiras é o maior produtor de calçado do país com um mercado internacional de mais de 150 clientes.

A indústria do calçado é a que tem mais peso económico no concelho e representa 600 milhões de volume de negócios.

No período a que reporta o estudo, as exportações do calçado português, no conjunto de todo o território, aumentaram 30%, muito abaixo dos valores apresentados pelo setor em Felgueiras – 60%.

A qualificação dos recursos humanos no concelho sofreu também uma grande evolução. Os quadros médios e superiores já representam, em 2010, cerca de 50% da força de trabalho das empresas. Em 2004 não chegavam a 30%, segundo dados da associação do setor.

De acordo com o documento, “a mudança radical da distribuição do emprego por níveis de qualificação no concelho de Felgueiras nos últimos anos foi um dos fatores que permitiu suportar o desenvolvimento do sector ao nível local”.

As empresas de calçado daquele município dão trabalho a mais de 12.500 pessoas.

APM.

Lusa/fim