Família escutista reuniu-se para celebrar os 35 anos do Agrupamento de Margaride (C/FOTOS)

A família escutista do Agrupamento 694 de Margaride reuniu-se, na segunda-feira, na Casa das Artes de Felgueiras, para assinalar o 35.º aniversário do agrupamento, numa festa que contou com a presença de antigos dirigentes.

A sessão contou também com a presença do chefe Nacional do Corpo Nacional de Escutas, Ivo Faria, assim como com o chefe Regional do Porto e a chefe do Núcleo Este e de muitos agrupamentos do núcleo de Margaride.

 

O presidente da Câmara de Felgueiras, o presidente da Assembleia Municipal, o vice-presidente Câmara e os vereadores Ana Medeiros, João Sousa e Carla Meireles, bem como o presidente da União das freguesias de Margaride, Várzea, Varziela, Moure e Lagares, assim como representantes de diversas Instituições do concelho, também estiveram na sessão.

A abrir a sessão, o Conservatório de Música de Felgueiras brindou os presentes com a atuação de um conjunto de clarinetes que muito abrilhantou o evento.

Após os tradicionais discursos, foram entregues algumas distinções a dirigentes do agrupamento pelo seu serviço e empenhamento ao longo destes 35 anos.

José Luís Sousa a Cruz de S. Jorge, recebeu a classe ouro, José Alberto Veiga a Cruz de S. Jorge classe prata, Maria Maia a Cruz de S. Jorge Classe bronze, e ao dirigente José Carlos Pinheiro foi atribuído o Colar de Nuno Alvares, a mais alta distinção que o CNE concede a um dirigente, pelo seu percurso de serviço no agrupamento, no núcleo, na região, no nível nacional e internacional e formador.

Após a sessão solene, decorreu o jantar no Café Concerto, onde todos puderam confraternizar e celebrar a festa dos 35 anos.