Está em
Início > Autarquias > FELGUEIRAS: Alargamento de rua em Ambrões, no valor de 75.000 euros, concluído

FELGUEIRAS: Alargamento de rua em Ambrões, no valor de 75.000 euros, concluído

A Câmara de Felgueiras anunciou hoje que a obra de alargamento da rua de Ambrões, em Várzea, que representou um investimento de cerca de 75.000 euros, está concluída.

“Este aglomerado urbano carecia de uma via de acesso mais ampla”, realçou o presidente da Câmara Municipal de Felgueiras, Inácio Ribeiro, citado em comunicado.

Inácio Ribeiro, acompanhado pelo vice-presidente, João Sousa, pela vereadora da Ação Social, Carla Meireles, e pelo presidente da junta de freguesia, José Luís Martins, esteve no local da intervenção e relembrou que este alargamento, ansiado pelos habitantes, só foi possível porque houve um entendimento com os proprietários dos terrenos confinantes com a via.

Em comunicado, a autarquia diz que se tratou do alargamento de parte da rua de Ambrões no local em que não cruzavam dois carros entre si devido à sua largura reduzida, daí a necessidade de reposição de um perfil idêntico ao já existente na parte sul deste arruamento.

Para além da pavimentação de arruamentos em cubos e de passeios em pedra de chão, foram repostos as benfeitorias demolidas para o alargamento, com a construção de muros, reposição de vedações, grades e portões, bem como outras benfeitorias demolidas.

A intervenção neste arruamento teve duas fases, a primeira fase no ano de 2013, em virtude da dificuldade de negociação dos terrenos, tendo a segunda fase da intervenção sido agora realizada, após o bom termo das negociações de terrenos, levada a cabo conjuntamente com a União de Freguesias de Margaride Várzea Lagares Varziela e Moure.

“Foi uma intervenção importante, atendendo ao facto de ser um local bastante utilizado por munícipes residentes naquele aglomerado habitacional (automobilistas e peões), resultando da intervenção uma melhor comodidade  e segurança para o trânsito de veículos e de peões, para as pessoas que utilizam esta via”, lê-se em comunicado.

Falta agora a intervenção da EDP, da PT e da ZON, que deve proceder à recolocação dos postes da iluminação pública e da PT e dos armários respetivos.

A intervenção teve um investimento de 50.000 euros na primeira fase e de 74.000 euros na segunda fase e teve a colaboração generosa dos proprietários dos terrenos confinantes, que cederam o terreno gratuitamente.

Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com