Está em
Início > Áudio > FUTEBOL: Rescaldo da jornada de fim de semana dos jogos da AFP (C/ÁUDIO)

FUTEBOL: Rescaldo da jornada de fim de semana dos jogos da AFP (C/ÁUDIO)

DIVISÃO ELITE – SÉRIE 2 | Rescaldo da 16ª jornada

O Paredes ganhou o dérbi concelhio, frente ao Aliados de Lordelo, por 2-1, no arranque da segunda volta da Divisão de Elite – Série 2 da Associação de Futebol do Porto (AFP).

A equipa comandada por Eurico Couto regressou aos triunfos, após 5 jogos em jejum, e interrompeu um ciclo vitorioso dos lordelenses, que durava há 14 jornadas. A formação de Pedro Barroso tinha sofrido apenas um desaire na competição, na ronda inaugural, e diante do mesmo adversário.

Paredes - futebol

Na prática, o Aliados de Lordelo sofreu a segunda derrota consecutiva. Há uma semana, claudicou perante o Lixa, mas em jogo a contar para a Taça AFP.

Apesar do “tropeção”, o conjunto de Lordelo manteve a liderança do campeonato, com 40 pontos, mas permitiu a aproximação do Rebordosa, que foi ganhar ao reduto do Lixa (1-2).

Bock, técnico dos felgueirenses, considera o resultado injusto. Garante que o conjunto azul e branco “esteve sempre por cima do jogo, tirando os primeiros 10, 15 minutos da 1ª parte”.

“Foi nessa altura que fizemos o golo e nem merecíamos. Depois sofremos o empate num lance de contra-ataque, quando 30 segundos antes podíamos ter feito o 2-0 e acabado com o jogo. Com 1-1 há um penalti claríssimo a nosso favor e o árbitro não marca e, depois, sofremos o 2-1, que é nitidamente fora de jogo”, reclama.

O Rebordosa conquistou, no Estádio Senhor do Amparo, a sexta vitória consecutiva. O emblema do concelho de Paredes atravessa a melhor fase da época. O técnico Andrés Madrid considera que a equipa “já está mais próxima” daquilo que ambiciona para o clube.

“No início do campeonato tivemos várias lesões e perdemos vários jogadores para o resto da época. Tivemos que nos reorganizar e voltar ao combate de uma forma diferente. Vieram outros jogadores que trouxeram outro tipo de qualidade, adaptámo-nos a essa situação e, felizmente, temos conseguido manter-nos na parte de cima da tabela”, refere.

O Rebordosa encurtou para 6 pontos a diferença para o líder Aliados de Lordelo. A vantagem sobre o Paredes continua a ser de 4 pontos.

Barrosas e Vila Meã, que também estão na corrida pelos dois lugares de acesso ao play-off de promoção, sucumbiram na primeira jornada do ano.

Os felgueirenses foram derrotados (1-0) pelo Tirsense, no Estádio Abel Alves de Figueiredo. O Vila Meã perdeu (4-2), no Estádio dos Sonhos, diante do Ermesinde.

Nos lugares do fundo da tabela, o ‘lanterna-vermelha’ Folgosa da Maia obteve um importante triunfo (0-2), no Prenhô, ante o Baião. A equipa maiata reduziu para 5 pontos a desvantagem para a linha de salvação.

O Penafiel B permanece em zona de descida. A jogar em casa, foi travado pelo Vilarinho (0-2).

O duelo entre Nun’Álvares e Paços de Ferreira B finalizou com um nulo. São Pedro da Cova e Sobrado também empataram, mas a um golo.

DIVISÃO HONRA – SÉRIE 2 | Rescaldo da 16ª jornada

O Alpendurada impôs ao líder Vila Caiz a primeira derrota da temporada. O conjunto de Marco de Canaveses bateu o rival amarantino, por 1-0, no arranque da segunda volta da série 2 da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto (AFP).

O treinador dos azuis e brancos considera que “foi um resultado justo, contra uma excelente equipa”.

“Eu sou contra mudar a nossa ideia de jogo, mas há adversários fortes que nós temos que mudar. Hoje tivemos mais cuidados defensivos e resultou na perfeição”, sustenta João Paulo Teixeira.

O Alpendurada chegou ao golo do triunfo ainda na 1ª parte, na conversão de uma grande penalidade. Um castigo máximo que, na opinião do treinador do Vila Caiz, pareceu “forçado” e que “transformou o jogo”.

“Fica-me o sabor amargo porque, de onde estou, o penalti parece-me um bocadinho forçado. O árbitro diz que é penalti e temos de aceitar. Em termos de entrega e atitude não temos nada a apontar à nossa equipa. Podíamos, aqui ou ali, ter mais calma, jogado melhor, mas em termos de atitude estivemos bem”, realça Renato Coimbra.

O Vila Caiz manteve a liderança na tabela, mas agora com os mesmos 37 pontos do Gondomar B, que foi a Valongo bater o Valonguense, por 0-1. O Alpendorada ascendeu ao 6º lugar, com 24 pontos.

O Citânia de Sanfins conquistou, em casa, diante do Rio de Moinhos, a terceira vitória consecutiva (2-0). A formação de Germano Pereira está há 5 jogos a pontuar, o que lhe permitiu abandonar, pela primeira vez esta temporada, a zona de descida.

O Citânia trocou de posição com o vizinho e rival Águias de Eiriz. Os eirizenses, que empataram (2-2) na receção ao Lousada, estão abaixo da linha d’água.

O Ataense segura a ‘lanterna-vermelha’ da prova, mas entrou a ganhar em 2018. Recebeu e bateu o Felgueiras B, por 3-2. A equipa secundária azul grená ocupa um modesto 12º lugar, com 16 pontos.

O Aparecida venceu, intramuros, o Alfenense (2-1). Foi a primeira vitória do conjunto lousadense com Hélder Silva no comando.

1ª DIVISÃO – SÉRIE 2 | Rescaldo da 15ª jornada

O Marco-09 fechou a primeira volta da série 2 da 1ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP) isolado na liderança.

O conjunto orientado por José Oliveira recebeu e bateu o Sobrosa, por 3-2, em jogo da 15ª jornada.

AD Marco 09+

“Entramos bem no jogo, comum grande golo do Mirandinha, muito cedo. Depois fizemos o 2-0, numa excelente jogada do Diogo Luís. Em cima do intervalo, o Sobrosa fez o golo, o que mexeu um bocadinho connosco. Entramos na 2ª parte com muita vontade e chegamos ao 3-1. Um minuto depois, o adversário, em mais uma desatenção nossa, faz o 3-2. Nos minutos finais tivemos 3, 4 situações flagrantes e não conseguimos fazer golo”, analisou o técnico encarnado.

O treinador do Sobrosa considerou que “o resultado mais certo seria o empate” e contestou a arbitragem de Ricardo Carriço.

“Jogar contra o Marco, 11 contra 11, em casa do Marco, é difícil. Agora, jogar com 9, complica ainda muito mais. Se calhar, o Sobrosa, por estar lá em cima, estava a meter confusão a muita gente, mas metam na cabeça: o Sobrosa está lá e vai lá estar sempre”, afiança Albino Carvalho.

O emblema do concelho de Paredes terminou o desafio reduzido a 9 unidades. Três jogadores, um deles no banco de suplentes, o técnico e o presidente do clube foram expulsos.

O Marco lidera a tabela, com 35 pontos, três de vantagem sobre o Parada, que foi vencer a São Lourenço do Douro, por 0-1.

O Caíde de Rei, mercê do desaire sofrido em Lamoso (2-1), baixou ao 3º posto, com 29 pontos.

O Desportivo da Livração ascendeu ao 4º lugar, com 27 pontos. Em casa, obteve um triunfo esclarecedor sobre o Várzea (3-0).

Seguem-se na pauta classificativa, Sobrosa (26 pontos) e Torrados (25). Os felgueirenses ganharam na receção ao Lousada B, por 1-0. A equipa de Ricardo Pereira não perde há 6 jogos consecutivos.

Raimonda e Salvadorense permanecem em zona de descida. Os pacenses sucumbiram na deslocação a Lagares (3-0). Os amarantinos saíram derrotados da vista a Frazão (4-3).

O Nevogilde perdeu em Roriz (2-0) no regresso do técnico Roberto Martins ao banco do coletivo lousadense.

2ª DIVISÃO – SÉRIE 1 | Rescaldo da 13ª jornada

O Baltar fez o que lhe competia e foi ganhar ao reduto do Sobreirense, por 1-2, no dérbi do concelho de Paredes, referente à 13ª jornada da série 1 da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP).

No entanto, a equipa de Joel Oliveira não conseguiu recuperar o 1º lugar da tabela, já que o líder Inter de Milheirós também venceu, e de goleada, na deslocação a Monte Córdova (1-4). Três pontos separam maiatos de baltarenses na pauta classificativa.

O outro dérbi paredense finalizou com um triunfo expressivo do Aliados de Lordelo B sobre o Vandoma (4-0).

No dérbi da região, o Ferreira bateu o Nun’Álvares B, por 3-1.

O Leões de Seroa somou os primeiros pontos da época e logo com uma vitória esmagadora sobre o Melres (5-0).

2ª DIVISÃO – SÉRIE 2 | Rescaldo da 13ª jornada

O Macieira não vacila e continua no topo da tabela classificativa da série 2 da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP), com 29 pontos.

A turma orientada por António Babo, que ganhou ao São Vicente Pinheiro por um tangencial 1-0, dispõe de um ponto de vantagem sobre o Penamaior. Os pacenses foram ao concelho de Penafiel cilindrar o Calçada, por 7-1.

O Lixa B é 3º posicionado. Em casa, derrotou o 1º Maio Figueiró, por 2-1. Pelo mesmo resultado, o Varziela impôs-se ao Lustosa. Os lousadenses estão em queda na tabela.

O dérbi de Marco de Canaveses, entre Paços de Gaiolo e Vila Boa de Quires, não teve golos, ao contrário do duelo que opôs o Codessos ao Croca. Os pacenses golearam por 6-1. Os penafidelenses ainda não pontuaram e seguram a ‘lanterna-vermelha’ da competição.

Baião B e Airães triunfaram fora de portas, em Carvalhosa (2-4) e Lomba Amarante (0-2), respetivamente. Lagoas e Vila Boa do Bispo empataram a um golo.

 

Luís Miguel Nogueira

Top