Está em
Início > Áudio > FUTEBOL: Rescaldo dos jogos de fim de semana da AFP (C/ÁUDIO)

FUTEBOL: Rescaldo dos jogos de fim de semana da AFP (C/ÁUDIO)

DIVISÃO ELITE/SÉRIE 2 | 22ª Jornada

Os principais candidatos da série 2 da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP) às duas vagas de acesso ao play-off de promoção reforçaram o seu estatuto na jornada 22 da prova.

Apenas o líder Aliados de Lordelo cedeu pontos, ao empatar a uma bola em Vila Meã. Ainda assim, o conjunto lordelense mantém-se isolado na frente da classificação, com 53 pontos, sete de vantagem sobre o vizinho Rebordosa, que foi vencer a Barrosas, por 0-1.

O Paredes segurou a 3ª posição, com 44 pontos. Ganhou no Estádio Senhor do Amparo, ao Lixa, por 1-2.

O Tirsense conquistou a sétima vitória consecutiva, ao golear, dentro de portas, o São Pedro da Cova, por 6-1. Os ‘jesuítas’ passaram a somar 43 pontos.

Já o Barrosas atrasou-se na luta pelo 2º lugar. Os felgueirenses, em casa, foram derrotados (0-1) pelo Rebordosa. Tonanha justifica o desaire com “a vergonhosa atuação da equipa de arbitragem”.

“Não foi o Rebordosa que venceu o jogo, foi a equipa de arbitragem. Aqui há uns tempos eu tinha dito que este campeonato não tinha verdade nenhuma. Hoje posso afirmá-lo com mais segurança. Este campeonato está completamente adulterado”, afirma, irritado.

“O Rebordosa fez um remate o jogo todo à baliza do Barrosas, que foi o penalti inexistente. Nem com mais um, durante vinte minutos, conseguiram sair da toca. Das cinco ou seis equipas que andam lá em cima foi a pior que eu defrontei até hoje e ganhou 1-0”, acrescenta.

Na resposta às acusações do técnico do Barrosas, Andres Madrid considera que “é mais fácil, quando uma equipa perde, virar-se para os árbitros e não ver o que se passa dentro das quatro linhas”.

“O treinador adversário falou em massacre, se calhar é melhor jogar noutro campeonato”, ironizou o treinador do Rebordosa.

“O nosso guarda-redes não fez uma única defesa. Na primeira parte, fizeram um remate à baliza e depois, na segunda parte, o guarda-redes deles meteu, 15 ou 20 bolas, da grande área deles à nossa grande área. Esse tipo de massacre não percebo muito bem. Conseguimos uma vitória justa”, sustenta Andrés Madrid.

No embate entre aflitos, o Baião foi vencer ao reduto do Penafiel B, por 1-2. Os rubro-negros desperdiçaram a oportunidade de sair, pela primeira vez esta época, da zona de descida.

O treinador Hugo Neto reconhece que o objetivo de permanência ficou “ainda mais difícil” de alcançar, mas recusa “atirar a toalha ao chão, enquanto matematicamente for possível”.

O Baião, que regressou às vitórias após oito derrotas consecutivas, passou a dispor de três pontos de vantagem para a linha d’água. O técnico Vítor Pereira regozija-se pelo triunfo “num jogo crucial”.

“Se continuássemos a perder iria ser muito complicado em todos os aspetos e a equipa dificilmente iria ter forças para sair desse buraco. Esta vitória dá-nos outro alento e poderemos encarar os próximos jogos com uma maior dose de otimismo. Acredito que a equipa, a partir de agora, poderá fazer um pouco melhor”, confessa.

O Nun’Álvares recebeu e bateu o ‘lanterna-vermelha’ Folgosa da Maia, por 2-0.Um triunfo que deixa o coletivo de Recarei com a manutenção praticamente assegurada.

O Paços de Ferreira B foi vencer a Vilarinho, por 0-1. O Ermesinde, em casa, superiorizou-se ao Sobrado, com três golos sem resposta.

 

DIVISÃO HONRA/SÉRIE 2 | 22ª Jornada

O Vila Caiz está cada vez mais próximo de assegurar a presença no play-off de promoção. A equipa amarantina triunfou na receção ao Felgueiras B, por 2-1, e mantém-se firme no comando da série 2 da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto (AFP).

O conjunto auri-negro quebrou uma série vitoriosa dos felgueirenses, mas o técnico Renato Coimbra admite “que foi uma vitória difícil, contra uma boa equipa”.

“Conseguimos fazer dois golos na primeira parte. No início da segunda parte sofremos o golo do Felgueiras, procuramos defender até ao fim e atacar sempre que possível. Foi um jogo equilibrado, muito difícil, mas acho que foi uma vitória justa devido à nossa eficácia”, explica.

Para Sérgio Gameiro “a derrota do Felgueiras é tremendamente injusta, tendo em conta aquilo que produziu dentro do campo”.

“Fomos claramente superiores em todos os aspetos do jogo. O Vila Caiz tem uma boa equipa, vai em primeiro lugar com mérito, mas não se notou essa classificação dentro do campo. Cometemos dois erros, por falta de concentração, que o adversário aproveitou. O empate ajustava-se mais àquilo que se passou dentro de campo”, assegura o treinador do conjunto azul grená.

Com o triunfo sobre o Felgueiras B, o Vila Caiz alcançou os 53 pontos. Detém dois de vantagem sobre o Gondomar B, que saiu vitorioso (2-1) do dérbi concelhio disputado em Gens.

O Lousada consolidou a terceira posição. Foi ganhar a Nogueira da Maia, ao Nogueirense, por 0-1, e aproveitou também o deslize do 4º classificado, o Bougadense, em Alpendorada (2-1).

O Citânia de Sanfins abandonou a zona de despromoção em face da vitória conquistada na receção ao Valonguense (1-0). O conjunto de Paços de Ferreira beneficiou ainda do desaire sofrido pelo Tirsense B no reduto do Ataense (2-1).

O Águias de Eiriz ampliou vantagem para a linha d’água, após ter vencido, por 0-1, na deslocação à Aparecida.

O Rio de Moinhos sucumbiu em casa, perante o Alfenense, por 2-3.

 

1ª DIVISÃO/SÉRIE 2 | 21ª Jornada

O principal embate da 21ª jornada da série 2 da 1ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP), entre Caíde de Rei e Marco-09, finalizou com uma igualdade a uma bola.

O treinador dos lousadenses, Tó Jó, considerou justa a partilha dos pontos.

“Eu acho que sim, porque num relvado natural, com as condições todas definidas para que o Marco tivesse alguma superioridade, os meus jogadores hoje mostraram que são homens valentes e, apesar de uma primeira parte muito má, na segunda parte provaram que são homens e que estão prontos para a luta”, elogia.

Por outro lado, José Oliveira ficou insatisfeito com a atuação da equipa de arbitragem, considerando que o “Marco saiu do jogo claramente prejudicado”.

“Há dias em que vão com menos boa-fé e prejudicam aquilo que se chama um espetáculo de futebol. Não quer dizer que eu não considere que esta mesma equipa de arbitragem não tenha qualidade e valor para fazer carreira na arbitragem, mas hoje tiveram um dia muito mau”, lamenta o técnico do Marco-09.

Apesar da igualdade, os encarnados permanecem isolados no topo da classificação, com 50 pontos, enquanto o Caíde de Rei segurou o terceiro posto, com 37.

O empate entre marcuenses e lousadenses foi aproveitado pelo Desportivo da Livração que, em casa, goleou o Roriz, por 4-1.

Os livracenses consolidaram a 2ª posição. Encurtaram para sete pontos a diferença para o vizinho Marco-09 e ampliaram para seis pontos a vantagem sobre o Caíde de Rei.

O Torrados assumiu o quarto lugar, após o triunfo (0-1) em Lamoso, ultrapassando o Parada que, no dérbi do concelho de Paredes, empatou (1-1) na receção ao Sobrosa.

O Raimonda abandonou a área de despromoção ao ganhar, intramuros, ao Lousada B, por 2-1. A formação pacense tirou dividendos do nulo registado no duelo entre outros dois aflitos: Salvadorense e Nevogilde. Os amarantinos continuam a segurar a ‘lanterna-vermelha’ da prova, enquanto os lousadenses caíram para a zona de descida.

Da jornada, nota ainda para os triunfos robustos caseiros do São Lourenço do Douro (3-0 sobre o Lagares) e do Várzea (4-0 ante o Frazão).

 

2ª DIVISÃO/SÉRIE 2 | 20ª Jornada

O Penamaior reforçou a liderança na série 2 da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP). A equipa do concelho de Paços de Ferreira foi vencer, e de forma esclarecedora, ao reduto do também candidato Macieira, por 2-5.

A formação orientada por Orlando Ferreira passou a somar 47 pontos, dispondo de 5 de vantagem sobre o agora 2º classificado, o Lustosa, que ganhou o dérbi concelhio, em Lagoas, por 1-4.

O Macieira caiu para o 3º lugar, apenas com um ponto de vantagem sobre o Lixa B e o Baião B.

O Lixa B, em casa, superiorizou-se ao Varziela (2-1), no dérbi do concelho de Felgueiras. O Baião B foi ganhar ao terreno do São Vicente Pinheiro (0-1).

O Vila Boa do Bispo também está perto dos lugares de promoção. O coletivo de Marco de Canaveses triunfou (3-1) na receção ao ‘lanterna-vermelha’ Croca.

Carvalhosa e Airães ganharam fora de portas, em Lomba Amarante (0-2) e no 1º Maio Figueiró (1-2), respetivamente. O Paços de Gaiolo recebeu e bateu o Codessos, por 3-1.

 

Luís Miguel Nogueira

Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com