III encontro de Boccia Sénior em Felgueiras conta com 160 participantes

Lusa

O III Encontro de Boccia Sénior que vai decorrer, na sexta-feira, no Pavilhão Gimnodesportivo Escola Básica e Secundária de Idães, em Felgueiras, conta já com 160 participantes, disse ao Expresso de Felgueiras, fonte da autarquia.

Segundo a organização, o III Encontro vai contar com a presença de 32 equipas, provenientes de vários concelhos da região do Tâmega e Sousa, 270 elementos, sendo que praticantes são 160. Os restantes são acompanhantes que fazem parte das equipas técnicas.

Os praticantes são oriundos de instituições de apoio à terceira idade, instituições particulares de solidariedade social e associações.

Do concelho de Felgueiras, participam no encontro o Lar da Santa Casa da Misericórdia, Lar Pedra Maria, na freguesia de Varziela, Universidade Sénior da Lixa, Associação Casa do Povo da Longra, Centro Social Paroquial Divino Salvador de Moure, Centro Social Paroquial de Airães, Lar Nossa Senhora das Vitórias da Casa do Povo da Lixa, ADIB Barrosas, Lar Vicentino Santa Quitéria, a Universidade sénior e Autodidata de Felgueiras (USAF), Casa do Povo de Jugueiros e o Associação Cultural e de Defesa do Património de Sendim.

Fonte da organização disse ao Expresso de Felgueiras que o III Encontro de Boccia Sénior tem como objetivo promover a socialização, estimular o raciocínio e combater o isolamento social e a falta de autonomia com que alguns idosos se debatem.

O Boccia em Felgueiras iniciou em 2015 e tem mais de 180 participantes. O programa para a promoção do Boccia no concelho estipula que para jogar esta modalidade, os praticantes tenham de ter 60 anos de idade.

O primeiro encontro de Boccia Sénior realizou-se em Cinfães e o segundo em Resende.

O Boccia é um jogo de precisão, em que são lançadas seis bolas de couro azuis e seis vermelhas. Pretende-se que os atletas consigam colocar as bolas o mais perto possível de uma bola branca chamada de “jack” ou bola alvo. A modalidade pode ser jogada de forma individual, pares ou por equipas.

Antes de iniciar o jogo, árbitro sorteia através de moeda ao ar, a escolha da cor das bolas com que a equipa vai jogar. O juiz pode, também, conceder aos atletas a possibilidade de escolher quais as bolas com que querem competir. Para ganhar um ponto, o atleta tem de jogar a bola o mais próximo do “jack”. Ganha quem acumular mais pontos.