Junta de Macieira e Caramos destina 10 mil euros para propostas de eleitores

Marco Silva, presidente Junta União Freguesias de Macieira da Lixa e Caramos

A Junta da união das freguesias de Macieira da Lixa e Caramos, em Felgueiras, está a promover o Orçamento Participativo para 2015.
Marco Silva, presidente da Junta, explicou que está previsto um período durante o qual um cidadão ou grupos de cidadãos poderão apresentar propostas concretas, até um valor máximo de 10 mil euros.
Posteriormente, essas propostas serão avaliadas pelos serviços técnicos da freguesia para se determinar a sua viabilidade. Os cidadãos serão chamados, de seguida, a votar nas suas propostas preferidas.
Caso haja mais do que uma proposta e que o valor global seja superior aos 10 mil euros, a junta convoca uma Assembleia Participativa, na qual podem participar todos os habitantes. “Será essa assembleia a escolher, de forma democrática, a obra que deverá constar do orçamento”, explica.
Os objetivos deste Orçamento Participativo são o de “promover a participação das pessoas na tomada de decisões importantes, bem como aproximá-las dos seus eleitos”, referiu o presidente da junta.
Os interessados podem enviar as suas propostas para o e-mail [email protected]
O Orçamento Participativo é um mecanismo governamental de democracia participativa que possibilita os cidadãos de decidir sobre uma parte dos orçamentos, permitindo que o executivo possa responder às necessidades das populações.
Refira-se que esta é a segunda edição do Orçamento Participativo na união das freguesias de Macieira da Lixa e Caramos.
Na primeira edição foram recolhidas cerca de 20 propostas, tendo passado quatro a uma fase final. A proposta vencedora consistiu na requalificação da praia fluvial.