Está em
Início > Destaque > Lousada cobra mínimo legal de IMI e desconta 70 euros às famílias numerosas

Lousada cobra mínimo legal de IMI e desconta 70 euros às famílias numerosas

Lousada vai cobrar em 2019 a taxa mínima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e as famílias com mais de dois dependentes contarão com uma redução de 70 euros, informou hoje a autarquia.

Segundo um comunicado enviado à Lusa, os munícipes daquele concelho do distrito do Porto poderão ainda contar com uma redução na participação variável no IRS para os rendimentos auferidos em 2018, fixando-se em 4%.

A edilidade abdicará também da cobrança de derrama sobre as empresas do concelho.

“Entendemos que, apesar de abdicarmos de uma parte considerável da receita municipal, deve ser a autarquia a fazer esse esforço de contenção e não os próprios munícipes”, comentou o presidente Pedro Machado citado no comunicado.

O autarca recorda, a propósito, que em 2018 a Câmara de Lousada recebeu a distinção “Autarquia Familiarmente Responsável”.

De acordo com uma estimativa do executivo hoje revelada, a manutenção da taxa mínima de IMI e a redução na participação variável no IRS “origina uma redução de receita de cerca de 1,5 milhões de euros”.

Assinala-se também que Lousada foi das primeiras autarquias do país a aprovar uma alteração do zonamento e a reduzir os coeficientes de localização, “em claro benefício dos contribuintes”.

Em 2019, manter-se-ão os incentivos sociais às famílias, nomeadamente a gratuidade das ligações às redes públicas de água e saneamento e manutenção das tarifas sociais, entre outros apoios.

APM // MSP

Lusa/fim

Top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com