Mostra de Doces Conventuais de Amarante a pensar na restauração

A 11ª edição da Mostra de Doces Conventuais de Amarante, que hoje arranca naquela cidade, incluirá atividades para potenciar a presença daquela especialidade nas cartas de sobremesas da restauração local.

“Apercebemo-nos de que os restaurantes do concelho não apostam nos doces conventuais como sobremesa nas suas cartas”, comenta Luís Miguel Ribeiro, presidente da Associação Empresarial de Amarante (AEA), entidade organizadora da mostra.

Face àquela lacuna, acrescentou, foi convidado o ‘chef’ de cozinha Álvaro Costa para promover ações de demonstração com o propósito de diversificar as opções de sobremesa, combinando os doces conventuais e os gelados.

O ambiente histórico em que decorre o evento até domingo, proporcionado pelos claustros do Mosteiro de S. Gonçalo, no centro da cidade, é um dos atrativos da mostra.

Para além dos tradicionais doces conventuais de Amarante, que ocupam grande pare da área de exposição, os visitantes podem encontrar especialidades de outros pontos do país.

Segundo a AEA, o evento “tem registado um crescimento exponencial de visitantes nos últimos anos”, o que tem contribuído para “a expansão dos negócios locais e a criação de novos espaços de restauração, essenciais para a divulgação da gastronomia local e tradicional”.

Para além da gastronomia, a feira vai ter vários momentos culturais, com espetáculos de música tradicional e dança, com a colaboração do Centro Cultural de Amarante e do Coro Polifónico de Amarante.

No sábado à noite haverá uma sessão de teatro interativo.

 

APM // MSP

Lusa/fim