Nuno Fonseca recusa intrometer-se na escolha de deputados do PS

FOTO: Armindo Mendes

O presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca, disse ao Expresso de Felgueiras que “nunca se vai intrometer nas decisões das pessoas e dos partidos”, comentando a indicação de António Faria para deputado à Assembleia da República pelo Partido Socialista.
“Nunca me irei meter naquela que é uma decisão das pessoas e dos partidos, da mesma forma como não aceito que interfiram naquilo que é gestão camarária”, afirmou.
O autarca defendeu ainda que “se deve saber respeitar o espaço de cada um, “acolhendo as ideias e vontades de cada um”.
E acrescentou: “Aquilo que diz respeito ao partido, respeito muito e respeito também as pessoas com quem tenho trabalhado”.
Nuno Fonseca reagia às notícias sobre a indicação de António Faria para candidato a deputado à Assembleia da República nas Eleições Legislativas de outubro.
O atual chefe de gabinete do presidente da Câmara de Felgueiras e “braço direito” de Nuno Fonseca no movimento “Sim Acredita”, é um dos dois nomes indicados pelo PS/Felgueiras para a lista de candidatos a deputado, pelo círculo do Porto.
Questionado sobre a possível perda do “braço direito”, caso António Faria seja eleito, Nuno Fonseca referiu que “tem de respeitar as decisões partidárias e de quem está à frente dos partidos, dado que é um partido que apoia a coligação” que gere o município desde as autárquicas de 2017.
Comentando, por outro lado, a demissão de Miguel Faria, do cargo de presidente da Concelhia do PS, Nuno Fonseca recusou a ideia de que o partido “perca estabilidade” com aquele desenvolvimento, admitindo, porém, que o “PS/Felgueiras perde um grande líder”.
“O Miguel Faria é um grande líder”, vincou.
Miguel Faria, presidente do PS/Felgueiras, apresentou a demissão daquele cargo partidário, alegando “motivos pessoais”.
Segundo o dirigente, a decisão foi comunicada formalmente ao secretariado concelhio do PS numa reunião realizada na passada semana e também já é do conhecimento da Federação do Porto do Partido Socialista.
O anúncio da demissão de Miguel Faria ocorreu dias depois de, segundo fontes socialistas em Felgueiras, o seu nome não ter merecido consenso do secretariado local para integrar a lista de candidatos a deputados nas eleições legislativas de outubro.
O atual presidente da Junta de Macieira da Lixa e Caramos, Marco Silva, que integra a atual direção socialista, vai assumir a liderança da concelhia do PS, disse ao Expresso de Felgueiras o líder do PS/Porto, Manuel Pizarro.