Quartel dos bombeiros de Felgueiras será ampliado e ocupará terreno da escola profissional

Os bombeiros de Felgueiras anunciaram hoje que vão ampliar o seu quartel, num investimento de 757 mil euros, passando a ocupar o terreno das instalações da escola profissional da cidade (EPF).

O presidente da direção, Arnaldo Freitas, explicou que o terreno de 3.300 metros quadrados, contíguo ao atual quartel, onde funciona a EPF, que é propriedade do município, vai ser cedido aos bombeiros para possibilitar a ampliação desejada há décadas.

O anúncio foi realizado numa conferência de imprensa, realizada na quinta-feira, na qual participaram também o comandante Júlio Pereira e o presidente da Câmara, Inácio Ribeiro.

O momento em que o presidente da direção, Arnaldo Freitas, assinou o termo de aceitação para a comparticipação da obra
O momento em que o presidente da direção, Arnaldo Freitas, assinou o termo de aceitação para a comparticipação da obra | FOTO: Armindo Mendes

O presidente da direção assinalou a abertura do presidente da autarquia para encontrar uma solução que permitisse aos bombeiros ampliar o seu quartel, que considerou exíguo.

A obra hoje anunciada vai ser realizada ao abrigo de uma candidatura aos fundos europeus apresentada pela associação humanitária. A comparticipação será de 586.000 euros, o que corresponde a 85% do investimento ilegível, mas pode ser majorada até 95% se a obra for realizada de forma mais acelerada.

Os termos de aceitação do contrato foram hoje formalmente assinados e a instituição tem 180 dias para iniciar a empreitada.

Melhores condições para as mulheres

O comandante Júlio Pereira destacou a importância da ampliação para a operacionalidade do corpo ativo, constituído atualmente por 95 elementos, 12 dos quais mulheres, recordando que o quartel atual, inaugurado em 1970, já não sofre qualquer melhoria de fundo desde 1980. O espaço, frisou, não é sequer capaz de albergar as 30 viaturas da associação humanitária, sendo que parte delas fica parqueada em áreas descobertas. A inexistência de instalações adequadas para as mulheres é outra lacuna vincada pela corporação.

A ampliação prevê a construção de vários novos espaços e a remodelação de alguns dos atuais, garantindo garagens separadas para as viaturas de incêndio e para as ambulâncias e uma nova parada operacional.

Além disso, estão previstos espaços para balneários e sanitários masculinos e femininos, vestiários de fardamento, espaço de convívio, oficina, área de comando, central de comunicações, novas camaratas, incluindo femininas que não existem no atual quartel e sala de formação.

Câmara disponível para ajudar na comparticipação das obras

O presidente da Câmara manifestou abertura da autarquia para ajudar a corporação da sede do concelho, cuja operacionalidade elogiou, assinalando que a disponibilização do terreno vai de encontro à vontade manifestada pela associação humanitária. Inácio Ribeiro prometeu celeridade no processo de licenciamento da obra e acedeu ao pedido da direção para que o município possa assumir o encargo financeiro que caberia à associação nesta empreitada.

Fotos conferência de imprensa bombeiros de Felgueiras3
FOTO: Armindo Mendes

Inácio Ribeiro acrescentou que a escola profissional será transferida, provisoriamente, para instalações contíguas, afetando o espaço onde chegou a funcionar, no passado, a antiga escola secundária, o que será complementado com a instalação de blocos prefabricados. Revelou ainda que continua empenhado em encontrar na cidade um espaço para as futuras instalações definitivas da EPF, que espera possa situar-se junto à Escola Superior de Tecnologia e Gestão.