Amarante e Vila Meã afastados da Taça de Portugal (C/ÁUDIO)

Amarante e Vila Meã estão fora da Taça de Portugal em futebol, após terem saído derrotados dos jogos da 1.ª eliminatória, disputados, no domingo, em Pedras Rubras e na Trofa, respetivamente.

 

O Amarante, que há uma semana já havia perdido em Pedras Rubras, por 1-0, na abertura do campeonato, voltou a claudicar perante o mesmo adversário. A formação portuense triunfou, agora por 2-1, após prolongamento.

O conjunto orientado por Pedro Reis colocou-se na frente do marcador, logo aos 10′, por intermédio de Digas, mas à passagem da meia-hora de jogo, o Pedras Rubras restabeleceu a igualdade, com um golo de Tiago Silva, na conversão de uma grande penalidade.

Até ao final do tempo regulamentar, o resultado não sofreu alterações. No prolongamento, Everton carimbou o passaporte do Pedras Rubras para a próxima fase da prova rainha do futebol português.

O Vila Meã também ficou pelo caminho. Os rubro-negros ainda obrigaram o Trofense a decidir a eliminatória nas grandes penalidades, após um nulo no tempo regulamentar e no prolongamento. Mas o conjunto que milita no Campeonato de Portugal revelou-se mais forte nos remates a partir da marca dos 11 metros.

Apesar da eliminação, o técnico do Vila Meã elogiou a prestação da equipa amarantina, frente a um adversário de um escalão superior.

“O Vila Meã caiu de pé, perante um bom adversário, que nos criou dificuldades, mas que também sentiu dificuldades. Levamos o jogo a penáltis e aí não conseguimos ser tão competentes quanto eles. Perdemos, mas batemo-nos de igual para igual, fomos muito competitivos, o que valorizou o clube e a Divisão de Elite, onde estamos inseridos”, sublinhou Frederico Zamorano.

 

 

Para além do Vila Meã e do Amarante, também o Cinfães caiu na primeira ronda da Taça. A equipa duriense perdeu, por 2-0, na deslocação a Santa Marta de Penaguião.

Por outro lado, o Felgueiras e o Paredes asseguram a qualificação para a fase seguinte da competição. O emblema azul grená aproveitou a desistência do Desportivo da Aves, enquanto os paredenses, em casa, derrotaram o Castro Daire, por 1-0, com um golo de Madureira.