Atleta da União Desportiva de Várzea campeã nos 1.500 metros juniores

A atleta da União Desportiva de Várzea, (Felgueiras), Sofia Teixeira, sagrou-se campeã dos 1.500 metros femininos no Campeonato Nacional de Juniores em Pista Coberta, que decorreu em Braga, no fim de semana.

Nos 1.500 masculinos, Filipe Magalhães foi 3.º classificado e Gabriel Ribeiro obteve o 10.º lugar. Na prova dos 800 metros masculinos, Filipe Magalhães conquistou o 3.º lugar.

Na prova dos 1.500 metros femininos, Anabela Ribeiro foi 16.ª classificada

Na corrida dos 3.000 metros femininos, Sara Duarte foi vice-campeã nacional, Catarina Ribeiro e Marta Silva obtiveram o 5.º e o 9.º lugar respetivamente.

Nos 3.000 metros masculinos, Marcelo Dias foi o atleta mais bem classificado, com o 11.º lugar, seguido de Gabriel Ribeiro e Ruben Faria que ficaram no 15.º e 28.º lugar respetivamente.

O presidente da União Desportiva de Várzea, António Fonseca, numa análise aos resultados, elogiou a prestação de Filipe Magalhães e Sara Duarte, dois atletas juvenis mas que competiram num escalão acima.

“Estamos a falar de dois jovens juvenis, com um potencial imenso e que vão seguramente dar muito ao atletismo”, frisou, salientando as prestações dos restantes elementos do União Desportiva de Várzea cujos resultados superaram mais uma vez as expetativas.

filipem

Ao Expresso de Felgueiras, António Fonseca referiu que os resultados que o clube tem acumulado em várias competições regionais e nacionais traduzem a aposta que a direção e a equipa técnica têm realizado na formação.

“Somos um clube pequeno que não tem a expressão de outros clubes e que aposta essencialmente na formação”, destacou, salientando que os atletas da União Desportiva de Várzea correm por amor à camisola.

“Não temos possibilidade de pagar aos atletas”, assegurou ainda.

sofia

O presidente da União Desportiva de Várzea comentou, por outro lado, a recente saída de Fábio Gomes, uma promessa do atletismo nacional, formado no clube felgueirense, para o Sport Lisboa e Benfica. O atleta foi vencedor dos 3000 e vice-campeão dos 1500.

“É com um misto de tristeza e alegria que vi o Fábio Gomes sair do União Desportiva de Várzea. É um atleta com potencial que vai dar cartas no Benfica”, disse, salientando que o clube felgueirense é reconhecido por ser um viveiro de atletas que são hoje uma referência no atletismo nacional, como é o caso de Rui Pinto, que está no Benfica.

“O Rui Pinto é um corredor formado no União Desportiva de Várzea, sendo o mais jovem campeão nacional de corta-mato das últimos tempos”, sustentou, sublinhando que é com prazer que tem acompanhado a evolução deste atleta que tem como principal objetivo estar nos Jogos Olímpicos em 2016.