Autárquicas: Candidato do BE em Vizela quer “futuro melhor” para o concelho

O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Vizela, Carlos Alberto Órfão, disse hoje pretender um “futuro melhor” para o concelho, sugerindo ter faltado essa “capacidade” ao movimento independente “Vizela Sempre”, que lidera a autarquia.

 

“Não é tarefa fácil, porque Vizela tem uma situação [política] muito complicada e as pessoas não conseguem vislumbrar um futuro para si e para o concelho”, adiantou, em declarações à Lusa.

O antigo dirigente desportivo, de 71 anos, salientou que Vizela, no distrito de Braga, necessita de respostas na área da habitação social e, com urgência, resolver a situação ambiental do rio Vizela.

O candidato do BE recordou que o partido se tem batido pela despoluição daquele curso de água, sublinhando a necessidade de criar projetos que valorizem o rio e a qualidade de vida da população.

Por outro lado, afirma que o município está no “ostracismo total” no desenvolvimento turístico, nomeadamente do turismo termal, outrora um dos ‘ex-libris’ do concelho.

“Vizela tinha, há muitos anos, uma grande capacidade na área do turismo, com as suas termas e o seu parque. Hoje está no ostracismo total, não há estruturas, nem qualidade que possam contribuir para aquilo que foi, no passado, uma fonte de riqueza para o concelho”, lamentou.

Para o Bloco de Esquerda de Vizela, também é “importante dar resposta à crise social e económica provocada pela pandemia da covid-19”, nomeadamente com apoios às famílias.

Em Vizela já é conhecida a recandidatura do presidente da câmara, Vítor Hugo Salgado, eleito em 2017 como independente na lista designada “Vizela Sempre”, mas que nas eleições autárquicas integrará a candidatura do Partido Socialista.

Pela CDU o candidato será António Pereira Veiga.

O atual executivo é constituído por três elementos da lista independente, dois do PSD/CDS-PP e dois do PS.

As eleições autárquicas estão agendadas para o dia 26 de setembro.

 

APM // LIL

Lusa/fim