Barrosas com boa exibição frente ao Padroense conquistou apenas um ponto

O Barrosas foi, hoje, ao reduto do Padroense Futebol Clube empatar (1-1),em partida a contar para a jornada 24, da Associação de Futebol do Porto, da divisão de elite – pro-nacional.

Apesar da chuva e do vento forte, o Barrosas foi superior ao adversário e apesar do nulo ao intervalo, a formação de Felgueiras, orientada por Carlos Monteiro, dispôs de oportunidades soberanas para chegar ao golo.

Na segunda metade do encontro, o Barrosas regressou com a ambição de abrir o marcador e ao minuto 60, numa jogada bem delineada que começou no meio-campo, Luciano correspondendo da melhor forma a um cruzamento de um colega de equipa, fez o primeiro golo.

A bola sobrevoou a grande área e Luciano de cabeça encostou para o fundo da baliza.

A perder e com menos um jogador por entrada dura sobre um atleta do Barrosas, a formação da casa chegou ao golo do empate, num lance em que o Barrosas reclamou falta sobre o guarda-redes.

Ao Expresso de Felgueiras, o diretor desportivo do Barrosas, Alfredo Jorge, destacou a atitude dos seus jogadores que vinham de um resultado manifestamente negativo com o Paredes, mas que neste encontro foram superiores ao adversário.

“Apesar do empate, o resultado mais justo seria a vitória, dadas as oportunidades que tivemos tanto na primeira como na segunda metade do encontro”, disse, salientando ser fundamental a equipa manter esta dinâmica de vitórias.

“Na próxima jornada, o Barrosas recebe o Baião que empatou (0-0) com o Perafita e que está necessitado de pontos. Teremos de fazer um jogo similar ao que fizemos com o Padroense porque são as vitórias que motivam e fazem a equipa acreditar que é possível fazer mais e melhor”, destacou.

O Barrosas é 12.º classificado e tem 28 pontos.