Bordados tradicionais dão brilho a exposição de mesas românticas em Felgueiras (C/ÁUDIO)

FOTO: Armindo Mendes

Felgueiras inaugurou hoje uma exposição de mesas românticas decoradas com toalhas tradicionais, preparadas por bordadeiras do concelho, para assinalar o dia dos namorados, disse a vereadora Ana Medeiros.

 

“A Casa do Risco [onde se encontra a exposição] tem bordadeiras de mão cheia, bordadeiras com uma experiência de muitos anos, que enaltecem estas tradições [centenárias]”, comentou, em declarações à Lusa.

A vereadora Ana Madeira destacou a qualidade e o requinte dos bordados de Felgueiras e a oportunidade de os associar ao Dia dos Namorados | FOTO: Armindo Mendes
A vereadora Ana Medeiros destacou a qualidade e o requinte dos bordados de Felgueiras e a oportunidade de os associar ao Dia dos Namorados | FOTO: Armindo Mendes

 

FOTO: Armindo Mendes
FOTO: Armindo Mendes

Segundo a autarca, a exposição destina-se, também, a assinalar o 20.º aniversário da Casa do Risco, um equipamento do município, na freguesia de Airães, onde se promove e preserva o bordado tradicional, envolvendo várias mulheres guardiãs da tradição.

Bordados mesas românticas4
FOTO: Armindo Mendes

Além da exposição das mesas românticas, com a suas toalhas bordadas à mão, para a qual a câmara contou com o apoio de empresas de decoração e floristas do concelho, os visitantes podem encontrar, noutra sala da Casa do Risco, uma exposição de lenços de namorados, da Direção Regional da Cultura do Norte.

 FOTO: Armindo Mendes
FOTO: Armindo Mendes

Aquela mostra iniciou o seu percurso na Feira do Livro de Guadalajara, no México, seguiu depois para a Livraria Lello e encontra-se agora em Felgueiras.

“São 36 lenços, todos de concelhos portugueses. A inspiração foi os lenços de namorados típicos de Vila Verde. No nosso caso, fizemos lenços da paz [com versos de poetas locais], que foi o mote dado para que outros concelhos pudessem participar”, explicou Ana Medeiros.

A mostra na Casa do Risco contempla, também, um conjunto de peças de bordados que aliam a tradição à contemporaneidade.

 FOTO: Armindo Mendes
FOTO: Armindo Mendes

 

FOTO: Armindo Mendes
FOTO: Armindo Mendes

“Os bordados estão espalhados por toda a exposição, com o objetivo de transmitir a mensagem de que o bordado não é só uma tradição. É uma tradição que pode, ao mesmo tempo, ser moderno e contemporâneo”, defendeu, assinalando o “requinte e a classe” das peças apresentadas.

O ponto alto da exposição será a tarde deste domingo, dia 16, com várias atividades de poesia, danças de salão canto e música, envolvendo alunos das escolas do concelho.

O programa arranca às 15:00, na sede da Casa do Risco, em Airães (antiga escola primária).