Carlos Magalhães terminou campeonato nacional de ralis com segundo lugar

A dupla Bruno e Carlos Magalhães, em Hyundai i20 N Rally2, terminou em segundo lugar a última prova do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rallye Vidreiro Centro De Portugal, na região da Marinha Grande.

O vencedor deste rali foi José Pedro Fontes em Citroen C3 Rally2, que se impôs à equipa do Team Hyundai Portugal por 7,1 segundos. No último lugar do pódio ficou Miguel Correia, em Skoda Fabia Rally2 evo, piloto que venceu o Rali Terras D’Aboboreira.

Armindo Araújo, campeão em 2022, foi o mais rápido na estrada mas uma penalização de 4 minutos retirou-lhe a possibilidade de lutar pela vitória.

Team Hyundai Portugal não alcançou objetivos

A equipa Hyundai tinha como objetivo para este ano a conquista do título, no entanto ficou aquém das expectativas, terminando fora do pódio na classificação final do Campeonato de Portugal de Ralis.

Ao longo dos 8 ralis do campeonato, Bruno e Carlos Magalhães contabilizaram 3 abandonos, e apenas 3 presenças no pódio: terceiro lugar no Rali Terras D’Aboboreira, segundo lugar no Rallye Vidreiro, e a vitória no Rali da Água – CIM Alto Tâmega.

O experiente navegador felgueirense Carlos Magalhães atingiu no Rallye Vidreiro 274 participações em ralis, tendo conquistado na sua carreira 4 títulos nacionais absolutos (1992, 2002, 2008 e 2009).