Casa das Artes de Felgueiras acolhe teatro “Mulheres Móveis”

A Casa das Artes de Felgueiras recebe, no sábado, a peça de teatro “Mulheres Móveis”, criada a partir de testemunhos reais de mulheres carreteiras e do imaginário do poeta italiano Tonino Guerra.

 

A peça está agendada para as 21:30.

“Mulheres Móveis” é uma viagem documental e ficcionada pelas histórias e memórias das carreteiras, mulheres que transportavam os móveis à cabeça no concelho de Paredes, em tempos que já lá vão.

Um espetáculo visual e musical que pretende homenagear as mulheres carreteiras, partindo dos seus testemunhos e do contributo do imaginário do poeta italiano Tonino Guerra.

Maria, Letinha, Justa e Sãozinha serão as últimas carreteiras, aquelas que trazem o testemunho de um tempo de miséria e trabalho duro, sem prémio.

A peça tem dramaturgia e encenação de Fernando Moreira, música de Carlos Adolfo, coreografia e movimento de Andrea Gabilondo, cenografia e adereços de Ana Pinto, figurinos de Xana Miranda, designer e operação de iluminação de Cláudia Valente, fotografia e registo de vídeo de Elsa Pacheco, design gráfico de Marta Ramos e produção executiva de Clara Santos Costa.

A peça conta com a interpretação de Ângela Marques, Filomena Gigante, Luísa Calado e Patrícia Queirós.