CDS-PP/Nós Cidadãos de Felgueiras desafia autarquia a conseguir a doação da Casa de Belém

O CDS-PP/Nós Cidadãos de Felgueiras desafiou a Câmara Municipal “a aproveitar as comemorações dos 30 anos de elevação de Felgueiras a cidade, fazendo história ao conseguir a doação da antiga Casa de Belém como prenda de aniversário”.

 

Em declarações ao Expresso de Felgueiras, Eduardo Teixeira revelou que a ideia é “aproveitar a requalificação do centro histórico da cidade que está a decorrer e desafiar, responsavelmente, a comunidade católica de Margaride a doar a antiga Casa de Belém (Casa do Cruzeiro)”.

“Entendemos que o presidente da Câmara Municipal, Nuno Fonseca, poderia utilizar as boas relações que sempre existiram com a paróquia de Margaride para melhorar e requalificar o nosso centro histórico”, acrescentou.

A doação, “com contrapartidas para a autarquia”, salientou Eduardo Teixeira, “possibilitaria a demolição daquele edifício e a criação de um espaço mais aprazível para o centro histórico da cidade”.

O CDS-PP/Nós Cidadãos adianta, ainda, que “se em 1594 a Casa de Belém (Casa do Cruzeiro) foi o entreposto das injustiças para pagar e enviar as rendas para Lisboa, hoje a Casa do Cruzeiro é uma injustiça, que impede uma melhor requalificação do centro histórico de Felgueiras”.

“No nosso entender não é só de má memória o simbolismo daquele edifício, mas também de péssimo gosto arquitetónico, como deixamos evidente na última assembleia Municipal”, frisou Eduardo Teixeira.

O Expresso de Felgueiras tentou ouvir a Paróquia de Margaride sobre proposta do CDS, mas sem sucesso.