Cerca de 100 mil fragmentos ajudam a conhecer a história da “villa” romana de Sendim

Os 20 anos de escavações na “villa” romana de Sendim permitiram recolher cerca de 100 mil fragmentos de peças que estão a ser reconstruídos para melhor conhecer a história do povo que habitou aquele lugar.

 

Devidamente catalogados e guardados separadamente em caixas, os fragmentos vão sendo reconstruídos, “como de um puzzle se tratasse”, explicou ao Expresso de Felgueiras, José Ribeiro, técnico do gabinete de arqueologia da Câmara de Felgueiras.

“Temos recolhido todos estes fragmentos que vamos tentando dar forma, com várias tentativas de encaixe”, explicou José Ribeiro, adiantando que depois de unidos os fragmentos, a peça é reconstruída com recurso a técnicas modernas.

“Só assim podemos ter uma ideia de que tipo de utensílio se tratava e que serventia teria”, acrescentou.

 

artefactos achados na Villa Romana de Sendim 3

 

Muitas das peças encontradas e aquelas que foram reconstruídas fazem parte do Centro de Interpretação da Villa Romana de Sendim, um espaço criado junto às escavações e que ajuda a conhecer a história da casa romana colocada a descoberto.

Naquele espaço, para além das várias peças encontradas ao longos dos trabalhos de escavação, está a reconstrução, em miniatura, da casa romana, “pelo menos daquilo que se imagina ter sido”, referiu José Ribeiro.

A miniatura da casa romana foi construída com recurso ao que foi escavado e estudado pelos arqueólogos, mas também com ajuda de outros técnicos, com conhecimentos de construção, que deram forma àquilo que seria a casa com cerca de dois mil metros quadrados.

 

artefactos achados na Villa Romana de Sendim 2

 

artefactos achados na Villa Romana de Sendim 4

 

Centro de Interpretação da Villa de Sendim 2

 

Centro de Interpretação da Villa de Sendim 5

 

Centro de Interpretação da Villa de Sendim