Covid-19: Bombeiros de Felgueiras com proteção individual na zona de Idães

FOTO: ARMINDO MENDES

Os bombeiros de Felgueiras estão a usar equipamentos de proteção individual quando são acionados para a zona com casos de infeção pelo novo coronavírus, de acordo com o comandante Júlio Pereira.

 

Os operacionais saem com óculos, máscara e luvas, observou, referindo que o procedimento está apontado para as localidades de Idães, onde foi detetado o surto, Regilde, Revinhade, Sousa e Penacova, que são freguesias próximas.

Júlio Pereira refere que o número de kits é insuficiente para corresponder aquilo que seria ideal, nomeadamente as chamadas de serviços em pré-hospitalar, em toda a zona de intervenção.

“Neste momento, estamos a tentar adquirir mais e também já chamamos à atenção das autoridades competentes, nomeadamente a Autoridade Nacional de Proteção Civil”, referiu.

Desde hoje que as escolas de Felgueiras e vários equipamentos municipais estão encerrados, por determinação da Direção-Geral de Saúde, no contexto das medidas para tentar conter o surto de Covid-19, que tem vários casos confirmados na zona de Barrosas, naquele município do distrito do Porto.

Apesar disso, o comandante assinalou que, “contrariamente ao que era expectável, não há aumento de pedidos de apoio por parte da população”.

Contudo, referiu, foram adotadas na corporação “algumas das medidas no plano de contingência”, com a suspensão de todos os transportes não-urgentes.

À Lusa, assinalou que o corpo de bombeiros vai “cumprir, na íntegra e rigorosamente, o protocolo de atuação feito com a Direção Geral de Saúde”, nos casos de suspeita de contaminação por Covid-19.

 

Bombeiros da Lixa não notam grande diferença na atividade

Também no concelho de Felgueiras, mas na cidade da Lixa, a corporação local refere que não se nota grande diferença na atividade.

O comandante Hugo Meireles disse à Lusa que o número de pedidos de apoios é normal e que o trabalho dos operacionais tem seguido o que está protocolado pela Direção Geral de Saúde.

Se na pré-triagem, que é realizada por telefone, for um caso suspeito, os bombeiros já vão munidos do equipamento de proteção individual, apesar de o número de kits não ser o desejado, referiu.

Neste momento, o transporte não-urgente de doentes dos Bombeiros da Lixa para a zona de Felgueiras está cancelado, mas esse serviço continua a ser assegurado para Amarante.

APM // LIL

Lusa/fim