Covid-19: Bombeiros de Felgueiras e da Lixa começam a ser vacinados sexta-feira

A vacinação contra a covid-19 para os Bombeiros de Felgueiras e da Lixa arranca na sexta-feira, abrangendo 25% do corpo ativo de cada corporação.

 

Da corporação de Felgueiras serão vacinados 28 operacionais e da Lixa 21, metade do que estava inicialmente previsto, que apontava a vacinação a 50% do corpo ativo de cada corporação.

De acordo com Júlio Pereira, comandante dos Bombeiros de Felgueiras, a vacinação aos restantes 25% dos 50% previsto inicialmente ocorrerá no dia 19 de fevereiro.

“Quanto aos restantes bombeiros da corporação, cerca de 43, ainda não temos qualquer indicação sobre quando serão vacinados”, adiantou.

O mesmo acontece com a corporação da Lixa, que tem 112 bombeiros no corpo ativo. Na sexta-feira serão vacinados metade dos 56 previstos inicialmente, ficando a primeira fase concluída a 19 de fevereiro, ou seja 50% do corpo ativo.

Os operacionais vão ser vacinados na unidade de saúde de Marco de Simães.

Em declarações ao Expresso de Felgueiras, no final do mês de janeiro, ambos os comandantes manifestavam-se apreensivos com vacinação aos operacionais contra a covid-19, por abranger apenas metade do corpo ativo.

Júlio Pereira e Vítor Hugo Meireles apontavam constrangimentos à seleção dos primeiros operacionais a vacinar, defendendo a vacinação para todo o corpo ativo.

Na altura, o comandante dos Bombeiros de Felgueiras lamentou a situação e, embora reconhecendo o esforço dos profissionais de saúde na linha da frente, sobretudo nos hospitais, lembrou que cabe aos bombeiros 95% do socorro em Portugal.

Vítor Hugo Meireles realçou, ainda, “que os bombeiros são, muitas vezes, os primeiros a ter contacto com pessoas com covid-19”.