Covid-19: Câmara de Vizela assume aumento de tarifário da empresa de águas

A câmara de Vizela vai assumir o aumento do tarifário da empresa de águas Vimágua para o próximo ano que resulta de agravamento de 2,98% da taxa de saneamento cobrado pelas Águas do Norte, foi hoje divulgado.

 

Num comunicado em que refere a pandemia da covid-19, lembrando “as negativas consequências económicas e sociais” que se refletem “no aumento do desemprego e acentuando as desigualdades sociais”, esta autarquia do distrito de Braga anuncia medidas “para ajudar quem mais precisa”.

“A Câmara Municipal de Vizela vai assumir o aumento do tarifário da Vimágua para o próximo ano, que resulta de um agravamento de 2,98% da taxa de saneamento cobrado à Vimágua pela Águas do Norte”, lê-se no comunicado.

A autarquia de Vizela também promete medidas de “estímulo à recuperação económica” e fala na “proteção social”, mas adverte que a retoma do “fulgor que caracteriza o concelho” apenas será possível com a “colaboração em torno desta causa”.

O concelho de Vizela está entre os 191 municípios classificados como de risco elevado de transmissão da covid-19, lista atualizada pelo Conselho de Ministros de quinta-feira, pelo que está abrangido pelo dever cívico de recolhimento domiciliário, com novos horários nos estabelecimentos e teletrabalho obrigatório.

Vizela é também, a par de Paços de Ferreira e Lousada, um dos três concelhos da região Norte que regista um valor da incidência de mais do dobro da média da região, segundo o relatório da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N), a que a Lusa teve acesso, e que reporta a evolução epidemiológica nos concelhos da região Norte a partir de 26 de outubro, dia em que a Direção-Geral de Saúde (DGS) deixou de divulgar os mapas por concelho.

“Na sequência da resolução do Conselho de Ministros, que decretou a implementação de um conjunto de medidas restritivas para os concelhos de elevado risco, entre os quais se inclui o concelho de Vizela, a Câmara Municipal, para além das determinações emanadas pelo Governo, adotou novas medidas e reforçou grande parte das medidas adotadas no âmbito do Programa de Apoio Municipal – Vizela covid-19”, lê-se no comunicado do município.

A autarquia de Vizela acrescenta, ainda, que está a efetuar uma “reavaliação diária das medidas de prevenção adotadas e a adotar de modo a prevenir e conter a propagação” da doença associada ao novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,29 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 3.250 em Portugal.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PFT (SPYC) // ACG

Lusa/Fim