Covid-19: Felgueiras recua no desconfinamento com novo aumento de casos de infeção

FOTO: Armindo Mendes

A incidência cumulativa de casos de infeção pelo novo coronavírus voltou a aumentar em Felgueiras, nos últimos 14 dias, de acordo com a Direção-Geral de Saúde.

 

Segundo o relatório de situação publicado hoje pela autoridade de saúde nacional, o concelho registou, entre 08 e 21 de julho, 572 casos por 100 mil habitantes, mais 319 que no documento anterior.

Com estes valores, Felgueiras encontra-se entre os 116 concelhos a nível nacional que vão recuar no desconfinamento, com a aplicação de novas medidas preventivas.

Entre as medidas aplicadas aos concelhos de risco elevado e muito elevado estão a limitação à circulação na via pública a partir das 23:00, o teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam, comércio a retalho até às 21:00, cafés e pastelarias até às 22:30 e espetáculos culturais também até às 22:30.

O serviço de refeições no interior dos restaurantes está permitido apenas aos portadores de certificado digital de vacinação ou teste negativo à covid-19, às sexta-feira, a partir das 19:00 e durante todo o dia ao fim de semana e feriados.

Para concelhos em risco muito elevado, como é o caso de Felgueiras, vigoram outras medidas mais restritivas, nomeadamente casamentos e batizados com 25% da lotação, ginásios sem aulas de grupo, comércio a retalho alimentar até às 21:00 durante a semana e até às 19:00 ao fim de semana e feriados e comércio a retalho não alimentar até às 21:00 durante a semana e até às 15:30 ao fim de semana e feriados.