Covid-19: Incidência aumenta em Castelo de Paiva e diminuiu nos restantes concelhos da região

Lusa

A incidência de novos casos de infeção por 100 mil habitantes em 14 dias aumentou no concelho de Castelo de Paiva e baixou nos restantes concelhos da região do Tâmega e Sousa, de acordo com dados hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

 

Castelo de Paiva registou incidência de 349 casos por 100 mil habitantes, mais seis em relação ao boletim divulgado a 28 de dezembro.

A maior descida de incidência foi registada no concelho de Amarante, que baixou de nível de risco de contágio para “muito elevado”.

No grupo de risco de contágio “muito elevado”, por apresentarem entre 480 e 959,9 casos de doença por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, estão ainda os concelhos de Marco de Canaveses e Felgueiras.

Nos últimos 14 dias, baixaram de nível de risco de contágio os concelhos de Baião, Celorico de Basto, Cinfães, Paredes e Penafiel. Estes concelhos integram agora o grupo de risco “elevado”, por apresentarem entre 240 e 279,9 casos de doença por 100 mil habitantes.

O concelho de Resende também baixou de nível, integrando agora o grupo de risco de contágio “moderado”, por apresentar entre 120 e 239,9 casos de doença por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Mantiveram o mesmo grupo de risco “elevado” os concelhos de Paços de Ferreira e Lousada.

 

Evolução por concelho aqui:

 

tabela covid - 4 de janeiro