Covid-19: Norte do Vale do Sousa com 251 mortes desde o início da pandemia

No norte do Vale do Sousa, onde surgiram os primeiros casos de covid-19 em Portugal, em março de 2020, morreram 251 pessoas desde o início da pandemia, com novembro a ser o mês com mais óbitos, segundo dados oficiais.

No conjunto dos concelhos de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, no distrito do Porto, que correspondem ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Tâmega III Vale do Sousa, morreram 119 pessoas em novembro e 48 em outubro, no período mais crítico até ao momento da pandemia neste território. Em dezembro, o número de óbitos baixou para 32 e em janeiro, já este ano, para 26.

A taxa de letalidade é, atualmente, de 1,19% naquela região, abaixo da região norte (1,41%) e nacional (1,71%).

Até 30 de dezembro, o grupo etário com mais óbitos foi o compreendido entre os 80 e 89 anos, com 94 mortes, seguido do das idades entre os 70 e os 79, com 65 óbitos.

Na primeira vaga, abril foi o mês que registou mais óbitos, com oito, tendo então sido infetadas 753 pessoas com o novo coronavírus.

Em número de casos de covid-19 naquele território do distrito do Porto desde o início da pandemia (total de 21.153), novembro foi também o mês com valores mais elevados (8.124), seguindo-se outubro (6.387). Já em dezembro foram registados 1.889 casos e em janeiro 2.902.

O grupo etário mais afetado pelo SARS-CoV-2 foi o situado entre os 40 e os 49 anos, seguindo-se as pessoas entre os 50 e os 59 anos.

Paços de Ferreira foi o concelho com mais casos (8.461), seguindo-se Lousada (6.369) e Felgueiras (6.323). Porém, nos últimos 14 dias, Felgueiras foi o concelho do território com mais casos acumulados (675), Lousada registou 442 e Paços de Ferreira 402.

A 30 de janeiro, havia 2.113 casos ativos na região, de acordo com os dados do ACeS.

A incidência cumulativa no conjunto dos três concelhos, por 100 mil habitantes, é de 13.214. No norte esse indicador apontava para 8.828 e 6.918 no conjunto do país.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.482 pessoas dos 720.516 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

APM // JAP

Lusa/Fim