CRCD Varziela oficialmente promovido à Divisão Honra AF Porto: “É motivo de muito orgulho” [C/ÁUDIO]

É oficial. O CRCD Varziela vai disputar a Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto (AFP), em 2022/2023. O conjunto verde e branco junta-se a Felgueiras B, FC Lixa, Lagares e Várzea, outros emblemas do concelho de Felgueiras, no segundo escalão distrital.

 

O CRCD Varziela, sexto classificado da 1ª Divisão na época transata, beneficia da promoção do Rebordosa ao Campeonato de Portugal, também confirmada esta semana.

Ou seja, a subida do conjunto de Paredes aos nacionais abriu uma vaga na Divisão de Elite, que será preenchida pelo Arcozelo, que por sua vez será substituído pelo Varziela na Divisão de Honra.

Embora fosse uma decisão já esperada, José Ricardo Silva, presidente da coletividade verde e branca, confessa que a oficialização da subida “é motivo de muito orgulho e de muita satisfação”.

“Foi com todo o mérito que conseguimos esta conquista. É um marco histórico porque é a primeira vez que o clube vai participar na Divisão de Honra e estamos muito satisfeitos e orgulhos por isso”, assinalou.

O conjunto felgueirense alcança a segunda subida de divisão num período de apenas cinco anos. A direção liderada por José Ricardo Silva reativou o clube em 2017/2018, depois de vários anos de inatividade devido a graves problemas financeiros. Em 2018/2019 ascendeu da 2ª à 1ª distrital. Agora, atinge, pela primeira vez na sua história, a Divisão de Honra.

“Honestamente, não esperava que o clube crescesse tanto ano após ano, mas deve-se a muito trabalho e dedicação. Como costumo dizer, é uma paixão desmedida que nos move dia após dia e anos após ano. O nosso fator principal de motivação é a forma como gostamos disto. E estes resultados dão-nos ainda mais motivação para continuar, mas sempre com os pés bem assentes na terra”, vincou.

Na Divisão Honra, o Varziela terá de realizar os seus jogos em casa emprestada, já que o seu estádio não dispõe de um relvado sintético, requisito obrigatório para disputar esta competição.

Um obstáculo que o clube está “a tentar resolver e a dar alguns passos nesse sentido”, adianta José Ricardo Silva. “Já estamos mais perto do que há alguns tempos atrás e acredito que em 2023 essa situação vai ficar resolvida”.

José Ricardo Silva, presidente do CRCD Varziela

Apesar de o Varziela ter começado a projetar a nova época “a pensar” na Divisão de Honra, José Ricardo Silva reconhece que a falta de oficialização da subida estava “a limitar” alguns aspetos relacionados com a construção do plantel, que agora serão ultrapassados.

“Esta certeza tem influência nalgumas pessoas que desejamos que trabalhem connosco. Portanto, era sempre um fator que nos acabava por limitar. Mas o plantel ainda não está completamente fechado e chegarão mais elementos para nos ajudar”, revelou.

[AUDIO_JOSÉ RICARDO SILVA 03]

Até ao momento, o Varziela anunciou apenas duas contratações: o guarda-redes José Pedro (ex-Felgueiras B) e o avançado Paulinho (ex-Barrosas).

O guarda-redes Rui Sampaio; os defesas Pedro Rebelo, José Queiroz e Jorginho; e os médios Rui Pedro e Ricardo Martins permanecem no plantel verde e branco, que esta temporada estará sob as ordens de Hélder Peixoto.

O técnico, de 45 anos, sucede no cargo a Tiago Moreira que rumou a Rio de Moinhos, e terá Francisco Casto como treinador adjunto, Orlando Costa como treinador de guarda-redes, Renato Freitas como preparador físico e Hugo Mendes como analista.

O Varziela junta-se a mais quatro clubes do concelho de Felgueiras na Divisão de Honra: FC Lixa e Felgueiras B, Lagares e Várzea.

Para o lugar do Varziela na 1ª divisão avança a UCR Boim, coletividade do concelho de Lousada.