Crianças felgueirenses ofereceram quadros à UNICEF

As crianças e familiares demonstraram o seu agrado ao entregarem as telas a representantes de tão importantes instituições

As crianças premiadas no concurso Pinta 2013 deslocaram-se a Lisboa para oferecer os trabalhos à UNICEF, entidade parceira na organização da iniciativa “Pinta a Água”, promovida pela Câmara Municipal de Felgueiras, revelou fonte da autarquia.

A comitiva, liderada pelo presidente da autarquia de Felgueiras, Inácio Ribeiro e pelo vice-presidente João Sousa, deslocou-se à sede da UNICEF e à Fundação EDP, no dia 23 de maio e foi recebida pela diretora executiva daquela instituição, Madalena Marçal Grilo.

A poucos dias da abertura do “Pinta 2014”, este ano subordinado ao tema “Transportes”, Inácio Ribeiro, sublinhou que a iniciativa prolonga-se durante o ano.

“Esta ação criada com o objetivo de despertar o gosto das crianças pela arte não termina na Semana da Criança, pelo contrário, desenvolvemos durante o ano ações com o objetivo de manter a iniciativa bem presente na memória dos nossos jovens”, enfatizou o autarca.

“A promoção de iniciativas relacionadas com o ‘Pinta’ deve-se à pertinência dos temas desenvolvidos em todas as edições”, acrescentou.

Recorde-se que a edição do “Pinta de 2010” foi subordinada ao tema “Pinta os teus Direitos”; em 2011 “Pinta a Floresta”; em 2012 “Pinta os jogos Olímpicos/ Olimpismo”; em 2013 “Pinta a Água e a Proteção Civil” e este ano intitula-se “Pinta os Transportes”, no âmbito das comemorações do 1.º centenário da chegada do comboio a Felgueiras.

A representante da UNICEF felicitou a autarquia por “motivar as crianças e os adolescentes, convidando-os a refletir sobre o modo como encaram o acesso e a utilização da água através da expressão plástica é também uma forma de estimular o gosto pela arte e sua participação numa atividade coletiva”.

Madalena Marçal Grilo realçou a importância de sensibilizar os jovens para a importância da água.

“É fundamental que, desde cedo, as crianças se apercebam da importância da água, ou da falta dela, para milhões de pessoas no mundo, em particular para os cidadãos mais novos deste nosso planeta”, disse.

Os pequenos pintores visitaram também o Museu da Eletricidade da Fundação EDP.

As crianças e familiares demonstraram o seu agrado ao entregarem as telas a representantes de tão importantes instituições, que desenvolvem um trabalho social essencial para a construção de uma sociedade melhor.