Equipa B do FC Lixa vai apostar em jogadores da formação (C/ÁUDIO)

O Futebol Clube da Lixa decidiu avançar esta temporada com a constituição de uma equipa B, que vai disputar a série 2 da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto (AFP).

A formação secundária será comandada por Charles Brito e Tiago Machado, antigo jogador do clube e treinador do departamento juvenil, respetivamente.

A equipa B lixense foi criada tendo em vista a manutenção de atletas “que saem das camadas jovens”, bem como recuperar jovens jogadores que deixaram recentemente o emblema azul e branco. Tem ainda como função servir de suporte ao plantel principal, que milita no patamar mais elevado da associação portuense

“Nós temos muitos miúdos que após o seu último ano de júnior não tiveram oportunidade de jogar na equipa A, pelos mais diversos motivos. Temos outros, de anos anterior, que também passaram por essa situação. Este é um projeto para abria as portas do futebol sénior a todas as camadas jovens que ao longo dos anos foram passando aqui no Lixa”, explica Charles Brito.

“Haverá ainda possibilidade de dar minutos a juniores, que vão disputar o campeonato da categoria, para ver como se habituam ao futebol sénior. E teremos, logicamente, um ou outro jogador da equipa A, se o treinador Bock assim o entender”, acrescenta.

O grupo de trabalho “rondará entre os 21 e os 23 elementos” e vai atacar uma competição que Charles Brito prevê “bastante competitiva”.

“É um campeonato que terá equipas que conhecemos bem, com as quais o Lixa está habituada a jogar noutros escalões. Vamos reencontrar caras conhecidas. E, por aquilo que se vai falando, já há alguns candidatos que querem subir”, afirma.

O conjunto felgueirense, admite o treinador, também pretende envolver-se na luta pelos lugares cimeiros da classificação.

“O Lixa tem essa obrigação de querer ganhar jogo a jogo, até pelo seu historial na AFP e no desporto nacional. Não iriamos querer um projeto que não fosse esse, um projeto vencedor. No final da temporada veremos”, sustenta.

O arranque da série 2 da 2ª Divisão AFP está aprazado para 30 de setembro. Na 1ª jornada, o Lixa B desloca-se ao concelho de Lousada para medir forças com o também estreante Lustosa.

“É fundamental entrar com o pé direito no campeonato. Vamos a um campo pelado e de dimensões reduzidas. Vai ser um osso duro de roer, mas vamos com uma vontade enorme de vencer esse jogo”, antecipa.

Os azuis e brancos disputam o primeiro dérbi concelhio da temporada logo à 3ª ronda, em Varziela, a 15 de outubro. O duelo com o Airães, em casa, terá lugar apenas no inico de 2018 (7 janeiro), na 15ª jornada.

“Mentiria se dissesse que esses jogos não têm um pequeno acréscimo de adrenalina. Os dérbis são mais apetecíveis, principalmente para os adeptos e jogadores”, reconhece Charles Brito.

O técnico, de 36 anos, vai comandar pela primeira vez uma equipa sénior nas provas da AFP. Anteriormente, foi o timoneiro do Freixo de Cima e do Vila Garcia, no campeonato popular de Amarante.

Charles Brito confessa que “nem pensou duas vezes” quando o presidente do FC Lixa, Albino Lopes, lhe endereçou o convite para assumir o projeto da equipa B.

“Era um projeto demasiado aliciante para recusar. Até tinha outras perspetivas, inclusive, fazer um ano sabático”, confidencia.

Charles Brito, no entanto, recusa o título de treinador principal da formação secundária, sublinhando que o cargo deve ser repartido com o Tiago Machado “que já tem mais de 10 anos de formação no Lixa”.

 

Luís Miguel Nogueira