Escolas privadas da região lideram ranking, mas 14 públicas registam média positiva

As escolas privadas da região do Tâmega e Sousa continuam a liderar o ranking da região, mas há escolas públicas que se destacam a nível regional e nacional, com posições muito acima do meio da tabela.

De acordo com o ranking para as escolas do ensino secundário, das 30 escolas da região, o Externato Senhora do Carmo, em Lousada, foi o que alcançou melhor posição, estando no 11.º lugar da tabela, com uma média de 13,59.

Segue-se novamente um privado, o Colégio Nova Encosta, de Paços de Ferreira, com uma média de 13,45, posicionando-se no 15.º lugar da tabela nacional.

Ainda nos privados, mas não tão destacados, estão o Colégio Casa Meã, de Paredes, na 32.ª posição, o Colégio de São Gonçalo, na 74.ª posição, o Externato de Vila Meã, na 298.ª posição, ambos de Amarante.

No ensino secundário público, a primeira escola a aparecer no ranking é a Secundária de Alpendurada, no concelho do Marco de Canaveses, com a média de 11,31 e a 114.ª posição nacional.

Em segundo, a Escola Secundária de Penafiel, com uma média de 11,04 e 143.ª posição nacional. Segue-se novamente uma escola do Marco de Canaveses, a Secundária do Marco de Canaveses, com média de 11 e na 152.ª posição nacional.

Em Felgueiras, a nível regional, destacam-se as escolas Básica e Secundária de Felgueiras, com a média de 10,98 (153.º nacional), a Escola Secundária de Felgueiras, com média de 10,60 (233.º nacional) e a Escola Secundária da Lixa, com média de 10,34 (325.º nacional).

Na quinta posição regional aparece a Escola Secundária de Paredes, com média de 10,96 (161.º nacional), seguida da Escola Secundária de Paços de Ferreira, com média de 10,82 (180.º nacional).

Em nono lugar do Tâmega e Sousa, surge a Escola Básica e Secundária de Vale de Ovil, no concelho de Baião, com média de 10,23 (332.º nacional).

Ainda com médias positivas, estão a Escola Secundária de Lousada, 10,22 (334.º nacional), Escola Secundária D. António Taipa, em Paços de Ferreira, com 10,13 (355.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Castelo de Paiva, com média de 10,01 (377.º nacional).

 

Onze das 25 escolas públicas da região com médias negativas

A primeira escola do ensino secundário com média negativa é a Escola Secundária Daniel Faria, de Paredes, com 9,98 (382.º nacional).

Segue-se a Escola Secundária de Amarante, com média de 9,93 (398.º nacional), a Escola Básica e Secundária Lousada Oeste, com 9,90 (407.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Airães, Felgueiras, com média de 9,89 (409.º nacional).

Ainda com média acima dos nove, surge a Escola Básica e Secundária de Lordelo, Paredes, com 9,78 (429.º nacional), a Escola Básica e Secundária Lousada Norte, com 9,68 (449.º nacional), a Escola Secundária de Resende, com média de 9,51 (470.º nacional), a Escola Básica e Secundária de Vilela, em Paredes, com média de 9,45 (479.º nacional), a Escola Secundária de Celorico de Basto, com média de 9,44 (482.º nacional), a Escola Secundária Prof. Flávio F. Pinto Resende, em Cinfães, com média de 9,23 (507.º nacional) e a Escola Secundária Joaquim Araújo, em Penafiel, com média de 9,42 (486.º nacional).

Abaixo dos nove valores ficou a Escola Básica e Secundária de Pinheiro, no concelho de Penafiel, com 8,80 (546.º nacional) e a Escola Básica e Secundária de Idães, em Felgueiras, com média de 8,80 (547.º nacional).

Os dados foram obtidos através dos rankings do PÚBLICO/Católica Porto Business School, para os exames nacionais de 2018.