Escritor de Felgueiras festeja 25 anos de carreira na Casa das Artes

Inserido no Ciclo de Eventos Comemorativos dos 25 anos de carreira do escritor José Carlos Pereira, a Casa das Artes recebe, no domingo, pelas 16:00, a representação cénico-musical de “Miguel Sarapintas e o Pinto de Três Patas” pelos alunos do Centro Escolar de Lagares.

A entrada é gratuita.

O evento contará com a participação da soprano Nádia Fidalgo, com orquestração e composição de Henrique Pinto Ribeiro e com encenação de Cristiana José Rodrigues e Joana Teixeira. A Execução fica a cargo do Quarteto de Sopro de elementos da Banda de Música de Felgueiras.

“Miguel Sarapintas e o Pinto de Três Patas” conta a história de um menino que, vítima de violência escolar por ter sinais no rosto, queria esconder-se debaixo de água, no fundo do rio, na iminência de suicídio, mas acaba por ter um final feliz. A solução é encontrada pela via persuasiva e não punitiva. No meio da história, surge o pinto de três patas, que, apesar de ser um animal diferente, é feliz no convívio com os outros bichos, a contrastar com a situação do menino, chamado Miguel.

Este Ciclo de Eventos Comemorativos é organizado por Lília de Castro e Costa e por um conjunto de amigos do autor. Os espetáculos decorrem um pouco por todo o país ao longo dos próximos meses.

 

 

JOSÉ CARLOS PEREIRA

 

José Carlos Pereira é natural de Felgueiras e nasceu no ano de 1962. Tem desenvolvido, desde muito novo, intensa atividade cultural, junto de escolas e associações ou como animador de tertúlias-concertos, concursos literários, exposições e coordenação de antologias. É membro fundador (e ativo) de várias agremiações culturais, incluindo a Associação José Afonso, e mentor do bem-sucedido movimento cultural Tertúlias Itinerantes.

Licenciado em Português-História, pela Universidade Aberta, foi, ao longo de vários anos (1993-2010), jornalista do Jornal de Notícias e colaborador regular de O Jogo. Escreveu também para um conjunto alargado de jornais regionais, onde coordenou, designadamente, suplementos culturais e de crítica literária. Foi ainda realizador e apresentador de programas na Rádio Felgueiras.

Além de “Vertentes da Mesma Luz”, livro de poesia publicado em 1992, integra várias coletâneas poéticas e de contos. “Miguel Sarapintas e o Pinto de Três Patas” foi publicado pela primeira vez em 2012.