Estacionamento subterrâneo em Felgueiras já funciona, mas regressam os parquímetros

O funcionamento do novo parque de estacionamento subterrâneo no centro de Felgueiras será gratuito até ao final deste ano, mas vai ser acompanhado, em breve, do regresso dos parquímetros à superfície, avançou à Lusa o vice-presidente da Câmara.

O caráter gratuito até 31 de dezembro do parque subterrâneo da Praça Dr. Machado de Matos, equipamento que foi aberto no sábado, pretende, segundo João Sousa, incentivar a utilização daquele equipamento, uma novidade no concelho.

parque-de-estacionamento-da-praca-dr-machado-de-matos-2

O parque foi projetado no tempo em que Fátima Felgueiras era presidente da Câmara, no âmbito de uma intervenção global que incluía a remodelação da praça, à superfície, de acordo com um projeto de Siza Vieira.

A praça foi inaugurada pelo atual presidente da Câmara, Inácio Ribeiro, em 2013, a poucas semanas das eleições autárquicas, mas o parque de estacionamento manteve-se encerrado desde então.

A situação foi criticada várias vezes pela oposição socialista, mas justificada pelo executivo social-democrata com questões e natureza burocrática e regulamentar que foi preciso garantir para permitir a abertura ao público, o que aconteceu formalmente no sábado, com a presença de Siza Vieira.

João Sousa explicou hoje que o equipamento tem capacidade para 200 viaturas, dois lugares para carregamento elétrico e seis para portadores de deficiência.

parque-de-estacionamento-da-praca-dr-machado-de-matos-3

A partir de janeiro de 2017, o estacionamento vai ter um custo de 1,20 cêntimos na primeira hora, baixando nas horas seguintes.

parque-de-estacionamento-da-praca-dr-machado-de-matos-inacio-ribeiro
O presidente da Câmara, Inácio Ribeiro, no dia da abertura do parque

O vereador avançou, também, a possibilidade de poderem ser estabelecidas avenças que permitirão aos utilizadores preços mais reduzidos, para longos períodos de estacionamento.

Com a entrada em funcionamento do parque, a autarquia vai passar a cobrar pelo estacionamento, à superfície, em algumas artérias no centro de Felgueiras e da Lixa, com um custo de 40 cêntimos por hora.

Os parquímetros serão colocados em 12 ruas, nomeadamente na zona envolvente aos Paços do Concelho, no cruzamento de acesso ao mercado e na zona da biblioteca municipal.

Desde janeiro de 2012, está suspensa a utilização de parquímetros no centro de Felgueiras, depois de a ASAE ter selado os equipamentos por não cumprirem a legislação.

FOTO: Armindo Mendes
FOTO: Armindo Mendes

João Sousa espera que os novos parquímetros ajudem a disciplinar o trânsito, a promover a mobilidade e fomentar a rotatividade do estacionamento.

“Estamos a falar de apenas duas dúzias de artérias. Não mais do que isso”, afirmou.

A propósito, recordou haver duas bolsas de estacionamento gratuito na cidade, no Mercado Municipal e nas Portas da Cidade.

Na cidade da Lixa, segundo polo urbano do concelho, a colocação de parquímetros vai ser uma novidade e vai incidir na zona central da localidade, junto à Igreja.

“Estamos a falar da colocação destes equipamentos muito reduzida, que não irá além de duas artérias”, previu João Sousa.

Armindo Mendes/Lusa

C/Miguel Ângelo Pinto Sousa