FC Felgueiras 1932 apresenta projeto desportivo com um olho na subida

O presidente da Comissão Administrativa do FC Felgueiras 1932, Eduardo Teixeira, afirmou, em conferência de imprensa, realizada no Estádio Dr. Machado Matos, no decorrer da apresentação do novo projeto desportivo, que o clube azul grená alimenta o sonho da subida à Ledman LigaPro.

Eduardo Teixeira elogiou a parceria com a empresa MNM Sports, que vai colaborar com o clube na gestão desportiva e que, nesta conferência, se fez representar por Fernando Meira e Pedro Mendes, dois jogadores que passaram pelo extinto FC Felgueiras no início das suas carreiras, e Nuno Assis.

Os dois ex-futebolistas são proprietários de uma empresa de agenciamento de jogadores, a MNM Sports que vai colaborar com o clube na gestão desportiva.

O responsável pela comissão administrativa realçou que o projeto desportivo tem como objetivo ajudar a reerguer o clube projetando-o para outros patamares condizentes com o seu histórico futebolístico.

“A partir de hoje o FC de Felgueiras abre um novo ciclo, uma nova etapa de entusiasmo e alegria e espero com o apoio do MNM Sports, os felgueirenses e o tecido empresarial do concelho consigam fazer do FC Felgueiras um clube ganhador e que regresse à II Liga”, afirmou.

Aos jornalistas, o dirigente destacou que a escolha de Fernando Meira e Pedro Mendes, ex-jogadores que iniciaram das suas carreiras, mais propriamente na temporada de 1998/1999, no FC de Felgueiras, não foi feita por acaso.

“É com enorme satisfação que a empresa MNM Sports se associou ao projeto. Fizemo-lo de uma forma consciente e ponderada. Estamos a lidar com pessoas que se identificam com a cidade, o concelho e o clube”, frisou, salientando que tanto o Fernando Meira,  como o Pedro Mendes e Nuno Assis são referências no futebol, atletas de eleição e, agora, empresários de sucesso que estão associados à gestão de projetos desportivos.

“Não temos dúvidas que esta parceria e este projeto aliado ao excelente corpo técnico e aos atletas que fazem parte do plantel vão contribuir para catapultar o clube e honrar a sua história”, disse.

O dirigente do FC Felgueiras defendeu, também, a necessidade de envolver a massa associativa, os agentes económicos assim como a autarquia, referindo-se ao projeto desportivo como “um projeto de uma cidade, de um concelho e de uma afirmação”.

“A força da cidade exige que o Felgueiras esteja a competir noutro patamar”, acrescentou.

Fernando Meira, em nome da MNM sustentou que a empresa está de corpo e alma com o projeto e pretende valorizá-lo e afirmá-lo socialmente.

O ex-atleta do Benfica e do Estugarda, clube alemão, assegurou que o Felgueiras tem um potencial fora de série, sendo fundamental o FC de Felgueiras voltar a assumir a dinâmica que teve noutros tempos.

O ex-jogador prometeu incutir “organização e ambição”, e trabalhar para que o FC de Felgueiras tenha um “grupo forte, solidário, unido e ambicioso”.

Nas declarações que prestou aos jornalistas manifestou, também, que o projeto não se esgota na equipa sénior, mas estende-se à formação e à equipa b.

“A nossa aposta vai para além da equipa principal. Queremos continuar a valorizar a formação, potenciar os ativos que o Felgueiras tem ao nível das camadas jovens e ao mesmo tempo valorizar a equipa B”, afirmou.

Falando do plantel, Fernando Meira não excluiu a possibilidade do clube admitir mais jogadores desde que isso acrescente valor.

“Estes jogadores têm qualidade, ambição e profissionalismo. Cá estaremos para os ajudar. Farei o que for necessário para os ajudar. Exijo que dêem o máximo e não os vamos deixar relaxar”, adiantou, sublinhando que o sucesso de qualquer projeto passa pelo rigor, pela disciplina e pelo profissionalismo.