FC Felgueiras B derrotado na deslocação ao FC Paços de Gaiolo

O Futebol Clube de Felgueiras B saiu derrotado na deslocação ao terreno do Paços de Gaiolo, em partida disputada no Campo de Jogos Dr. Manuel Morais Peixoto, a contar para a 23.ª jornada, da série 3, da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto.

Numa partida difícil frente a um adversário que no seu reduto costuma criar dificuldades aos seus adversários, o Felgueiras B fez de tudo para sair deste encontro com os três pontos.

O FC Paços de Gaiolo chegou ao único golo da partida ao minuto 60, na sequência de uma grande penalidade, muito contestada pelo banco da equipa azul grená, mas que o árbitro do jogo, da Associação de Futebol do Porto, não assinalou.

Ao minuto 70, novo lance a suscitar sérias criticas da equipa liderada por Mário Guimarães.  O atleta do Felgueiras B, Alexandre Herculano colocou o esférico no fundo da baliza da formação adversária, mas o lance foi anulado por pretenso fora de jogo. A formação felgueirense reclamou que Alexandre Herculano estava em jogo, mas mais uma vez o árbitro do encontro, não atendeu ao pedido.

Ao Expresso de Felgueiras, Mário Guimarães reconheceu que o trabalho do árbitro acabou por condicionar a sua equipa.

“Perdemos com um penalti que deixou muitas dúvidas a favor da equipa da casa mas houve mais dois a favor da minha equipa, que o árbitro não assinalou”, frisou, salientando que no lance do penalti do qual resultou o único golo não houve qualquer falta.

“Tratou-se de uma disputa de bola normalíssima”, sublinhou.

Quantos aos dois penaltis que ficaram por marcar a favor do Felgueiras B, Mário Guimarães não tem dúvidas que numa das grandes penalidades, o guarda-redes da equipa da casa carregou Alexandre Herculano e, no outro penalti, há uma bola que é cortada com a mão dentro da área do Paços de Gaiolo.

“Há um golo anulado ao Felgueiras B e vários foras de jogo à minha equipa que condicionaram a nossa forma de jogar”, acrescentou, sublinhando que este é terceiro jogo que o Felgueiras B perde com este árbitro.

Apesar de todas as contingências do encontro, Mário Guimarães assegurou que o Felgueiras B foi a melhor equipa em campo e merecia ter saído de Paços de Gaiolo com outro resultado.

“Fomos a única equipa a ter a bola no pé e que procuramos jogar futebol”, defendeu.

Apesar da derrota, o Felgueiras B mantém-se no segundo posto da tabela classificativa, tendo um total de 45 pontos conquistados, agora a oito pontos da Associação Desportiva de Lousada que venceu o Ancede (4-0) e tem mais oito pontos.