FC Felgueiras e CD Trofense empatam a uma bola quando faltam três jornadas para o fim da fase de manutenção

O Futebol Clube de Felgueiras empatou (1-1) com o Trofense em partida a contar para a jornada 11 do Campeonato de Portugal Prio, fase de manutenção, série B, em encontro disputado no Estádio Dr. Machado de Matos.

Numa primeira parte equilibrada, com ambos os conjuntos a criarem lances de perigo numa e noutra baliza, a formação do Trofense abriu o marcador por Neto que a passe de Aílton bateu o guarda-redes da formação azul grená, Cajó.

A correr atrás do prejuízo, o FC Felgueiras reagiu ao golo e esteve perto de fazer o empate, dois minutos depois, por Miguel Pinto que a passe de Fábio Teixeira desferiu um remate violento com o guarda-redes do Trofense, Russo, a opor-se com segurança.

O Felgueiras continuou a pressionar a formação do Trofense e ao minuto 25 Christiano a passe de Fábio Teixeira, esteve perto de repor a igualdade, mas a bola embateu nas malhas laterais da baliza de Russo.

O CD Trofense na resposta, ao minuto 38, teve a oportunidade de ampliar o resultado, mas Serginho, da formação visitante, apenas com o guarda-redes da formação azul grená pela frente, permitiu a defesa do guardião felgueirense.

Com uma e outra equipas balanceadas no ataque, em cima do intervalo, a formação do Trofense esteve de novo perto de fazer o 0-2, com Aílton a disparar com o esférico a embater na barra da baliza defendida por Cajó. Na recarga, Miguel, inexplicavelmente falhou o alvo.

Na segunda metade, o Felgueiras manteve o pendor atacante e foi à procura do golo do empate.

O técnico da formação da casa, Rui Luís, fez entrar Estevão para o lugar de Zé Rebelo, apostando numa postura mais ofensiva da sua equipa.

A substituição surtiu efeito e perto do minuto 60, o Felgueiras chegou ao golo do empate numa falta a castigar infração sobre Miguel Pinto, com o árbitro do encontro a marcar grande penalidade. Na conversão Pinto atirou e repôs a igualdade.

O CD Trofense acusou o golo do empate e levou perigo à baliza de Cajó com um jogador da formação visitante a rematar com o esférico a rasar a barra.

Ao minuto 62, a formação do Trofense ficou reduzida a 10 elementos por expulsão Jorge Inocêncio, por acumulação de amarelos.

Em vantagem numérica, o FC Felgueiras criou várias oportunidades de golo iminente, mas sem converter. O técnico da formação azul grená mexeu por várias vezes no plantel, mas o resultado final manteve-se inalterado até ao apito final do árbitro do encontro.

Ao Expresso de Felgueiras, Rui Luís sublinhou que o empate final acabou por se ajustar ao que se passou dentro das quatro linhas e às oportunidades criadas por uma e outra formação.

O FC Felgueiras é quarto classificado com 25 pontos e na próxima jornada vai ao Mondinense que, nesta jornada, perdeu no terreno do Arões (4-3).