FC Felgueiras ineficaz eliminado da Taça pelo Estoril Praia [C/ÁUDIO]

O FC Felgueiras está fora da Taça de Portugal, após ter sido derrotado pelo Estoril Praia, no Estádio Municipal Dr. Machado de Matos, por 1-0, no encontro relativo à 3ª eliminatória da prova. A equipa azul grená rubricou uma exibição de qualidade, mas “pagou” pela ineficácia na hora de atirar à baliza.

 

Um tento solitário, obtido de grande penalidade, a castigar uma falta sobre Rosier, e transformada por Leonardo Ruiz, aos 36 minutos, garantiu a permanência da equipa da I Liga na prova rainha do futebol português.

O Felgueiras, vice-líder da Liga 3, deu boa réplica, vendeu cara a derrota, discutiu o jogo até  ao apito final, criou várias oportunidades para empatar, no entanto, a equipa canarinha conseguiu segurar a magra vantagem e garantir a passagem à fase seguinte da competição.

Em declarações ao canal do clube, o defesa-central Né Lopes admitiu que o Felgueiras não foi “muito competente na eficácia”, mas sublinhou que a equipa tem de estar “orgulhosa” pelo que fez diante de um adversário “dois escalões acima”.

“Acho que foi um jogo muito bem conseguido da nossa parte. Entramos bem na primeira parte, tivemos quatro ou cinco oportunidades de golo, não fomos eficazes e acabamos por sofrer um golo de penálti, numa desconcentração nossa”, lamentou.

 

 

“Na segunda parte, tentamos entrar fortes outra vez, mas tivemos uma expulsão que nos atrasou. Mesmo assim, acho que foi um jogo muito bem conseguido da nossa parte, contra uma equipa de dois escalões acima e só temos de estar orgulhosos pelo que fizemos. Jogamos de igual para igual, mas eles acabaram por ser mais competentes”, acrescentou.

Né Lopes afirmou que a equipa vai voltar a focar-se no campeonato e no jogo caseiro agendado para a próxima sexta-feira, às 19:30, ante o Braga B.

Para além do Felgueiras, o Cinfães foi a outra equipa da região a ficar pelo caminho na Taça de Portugal. A formação cinfanense, a militar nos distritais de Viseu, perdeu, em casa, ante o Farense, da II Liga, por 4-0.

Paços de Ferreira (que venceu no reduto do Águias de Moradal, por 3-0), Penafiel (que triunfou na casa do Benfica de Castelo Branco, por 2-1) e Paredes (que afastou o Académico de Viseu, da II Liga, por 3-1) asseguraram a passagem à quarta eliminatória.