FC Lixa aliou-se ao SC Santa Maria e criou escola de futebol em Cabo Verde

 

O Futebol Clube da Lixa continua a expandir o nome do clube além-fronteiras, com a colaboração, ao nível da formação, com o SC Santa Maria, histórico emblema da Ilha do Sal, Cabo Verde.

A iniciativa acontece depois da parceria com o Vasco da Gama do Brasil, que cedeu por empréstimo dois atletas ao plantel principal.

O dirigente e médico lixense, Pedro Melo Lopes, chegou na passada terça-feira daquele país, onde estabeleceu um protocolo com o presidente do clube cabo-verdiano, Simão Diniz.

Na cerimónia, aproveitando um curto período de férias na ilha, esteve também presente o ex-jogador dos juniores e seniores do FC Lixa, Rui Melo.

FC Lixa aliou-se ao SC Santa Maria e criou escola de futebol em Cabo Verde

“Esta parceria entre os dois clubes nasceu porque, curiosamente, ambos foram fundados no mesmo dia, 01 de abril”, revela.

O clube azul e branco compromete-se a ajudar o Santa Maria na criação de uma escola de futebol para os mais jovens.

“Eu conhecia o presidente e surgiu a possibilidade do Lixa se aliar este projeto. Agora os miúdos vão jogar equipados à Lixa”, adiantou Pedro Melo Lopes.

“Este projeto tem uma base solidária muito grande, porque o principal objetivo é ajudar a fomentar o futebol na ilha do Sal, onde existe carência de espaços desportivos e o acesso a equipamentos de jogos”, explicou.

O dirigente sublinha que esta é também “uma forma de exportar o nome do FC Lixa” para um país “onde se vive muito o futebol português”.

Consciente das dificuldades pelas quais passa o clube da ilha do Sal, Pedro Melo Lopes transportou na mala de viagem vários equipamentos de jogo, oferecidos por uma empresa de calçado do concelho de Felgueiras, que os escalões de formação do Santa Maria vão passar a envergar nas competições oficiais.

FC Lixa aliou-se ao SC Santa Maria e criou escola de futebol em Cabo Verde 3

“Este é um projeto que o Lixa não gastou dinheiro, nem um cêntimo. Os miúdos receberam os equipamentos com um sorriso no rosto que nos deixou com vontade de ainda nos ajudar mais”, confessou.

Existe também a intenção de ministrar formação aos treinadores do Santa Maria, o que, no imediato, será feito apenas “através das redes sociais e de um plataforma que será criada online”. “Há o fator económico a limitar um bocadinho, porque a viagem a Cabo Verde é cara”, explica.

Pedro Melo Lopes adianta que ficou ainda “verbalizado uma formação em medicina desportiva, porque também há alguma deficiência, em termos médicos na ilha”.

“Vamos passo a passo. É um projeto que começou agora, mas que tem tudo para vingar. Temos a esperança de que esta será uma parceria de futuro”, confidencia o médico lixense.

Há ainda a vontade de promover uma visita a Portugal, e à cidade da Lixa, aos meninos da nova escola de futebol.

 

Luís Miguel Nogueira