FC Lixa defende início da Elite em outubro e com público nas bancadas (C/ÁUDIO)

Albino Lopes, o presidente adjunto do FC Lixa, defende o arranque da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP) apenas a 4 de outubro, ou seja, de acordo com o plano B que a associação portuense “desenhou”, precavendo uma evolução negativa da pandemia de covid-19.

 

A Divisão de Elite AFP tem início marcado para 20 de setembro, mas Albino Lopes defende, por precaução, o adiamento da prova em duas semanas de forma a avaliar, por exemplo, “o impacto da abertura das escolas e dos campeonatos profissionais”.

“Neste caso nós partiríamos para o campeonato com vantagem, porque saberíamos como a sociedade tinha reagido em termos sanitários e saberíamos como as pessoas tinham reagido à ausência de público nos campeonatos profissionais. Se calhar, éramos capazes de arranjar uma solução mais otimizada”, argumenta.

 

 

Albino Lopes deixou vincada a sua posição na reunião que decorreu, na terça-feira, entre a direção da AFP e os clubes da Divisão de Elite, mas lamenta que outros clubes “não tenham alinhado pelo mesmo diapasão”.

O presidente adjunto do FC Lixa considera que o arranque mais tardio da prova poderá viabilizar a presença de adeptos nas bancadas, situação que dificilmente sucederá a 20 de setembro. “Começar o campeonato sem público será uma coisa deprimente”, atira.

Albino Lopes lembra que a proibição de público nos recintos desportivos implicará o enfraquecimento da saúde financeira dos clubes. “A receitas serão nulas e as despesas com taxas de jogo e policiamento mantêm-se”, lembra.

 

 

Por isso, o dirigente insiste que “os clubes deveriam ser solidários” e tentar investir num plano de contingência, que poderia passar “pela criação uma regra de 25 por cento de lotação dos estádios e a introdução de zonas vermelhas e zonas verdes”.

“Além destas dificuldades, o campeonato vai perder todo o interesse. Ninguém vai gostar de ver os estádios despidos. Não podemos prescindir do público. Deveríamos arranjar uma estratégia já para o início. Não sei porque é que vamos começar tão precipitadamente quando temos um plano B, que no meu ponto de vista seria o ideal”, sublinha.

 

 

Recorde-se que no final de junho, a AFP definiu dois planos para o arranque dos campeonatos da época 2020/2021.

No chamado ‘Plano A’, a AFP prevê a realização da primeira jornada da Divisão de Elite a 20 de setembro. A 3 de outubro dar-se-á o pontapé de saída na Taça AF Porto, numa eliminatória apenas destinada aos clubes da 1ª e 2ª divisões.

Nesta competição, os emblemas da Divisão de Honra entram em ação a 8 de dezembro e os da Elite a 27 do mesmo mês. A final da prova está agendada para 3 de junho, uma quinta-feira, feriado do Corpo de Deus.

As fases regulares de todos os campeonatos finalizam a 16 de maio. Os ‘play-off’ de promoção principiam uma semana depois (23 de maio). A época encerra a 20 de junho.

No entanto, esta calendarização está dependente da evolução do surto da Covid-19 em Portugal. Se as condições sanitárias e de segurança não estiverem reunidas, a AFP avançará com o denominado ‘Plano B’.

Neste caso, a Divisão de Elite principia apenas a 4 de outubro. A 1ª eliminatória da Taça AF Porto disputar-se-á a 18 de outubro e a final fica agendada para 30 de maio.

No ‘plano B’ as fases regulares dos campeonatos terminam a 23 de maio. As fases finais arrancam a 3 de junho e terminam a 27.

O FC Lixa já iniciou os trabalhos de pré-temporada sob as ordens de Filipe Mesquita. O emblema do concelho de Felgueiras começa a época, no Estádio Senhor do Amparo, diante do vizinho Vila Meã.