Felgueiras reforça em 30% o valor dos apoios à ação social escolar

A Câmara de Felgueiras anunciou hoje que vai alargar e aumentar os apoios para a educação e formação, prevendo um aumento de 30% do valor dos apoios da ação social escolar e alargamento dos apoios a mais 15% dos alunos.

 

Em comunicado, a autarquia refere que os apoios aos alunos da rede pública de ensino variam de acordo com os níveis de ensino de escolaridade obrigatória e o escalão de rendimentos.

Os apoios serão atribuídos através da medida “Cheque Escolar”, que permite a opção entre “Kit cadernos de atividades”, “kit de material escolar”, “kit de material de desporto”, permitindo às famílias optar pelo apoio que que melhor responde às suas necessidades.

À semelhança de anos anteriores, adianta a autarquia, os encarregados de educação poderão ainda inscrever os seus educandos nas medidas “Refeições Escolares” e “Prolongamento de Horário”.

As inscrições nas medidas de apoio estarão disponíveis entre 14 de maio até 16 de julho de 2021 no site do Município de Felgueiras, e, brevemente, serão publicitadas orientações sobre a forma como poderão ser submetidas.

Os apoios relacionados com “Lanche Escolar”, “Fruta e leite Escolar” e “Visitas de Estudo” são operacionalizadas diretamente com os agrupamentos de escolas, continuarão em vigor para todos os alunos dos Jardins de infância e 1º Ciclo do Ensino Básico, sem necessidade de inscrição prévia.

Mantem-se ainda a gratuitidade do “Transporte Escolar” para todos/as alunos/as que cumpram os requisitos e estejam abrangidos/as pela escolaridade obrigatória.

Por último, em 2021/2022, está prevista a continuidade das “Medida de Apoio para o Ensino Artístico” através da celebração do Protocolo de Colaboração com o Conservatório de Música de Felgueiras e das “Bolsas de Estudo para o Ensino Superior”.

Citado no comunicado, o presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca, realçou que “diversificar, alargar e aumentar o valor dos apoios a atribuir, num ano particularmente difícil como este, devido aos efeitos da pandemia no tecido social, será mais uma resposta que permitirá dar continuidade ao trabalho de consolidação dos eixos da educação e formação enquanto pilares estratégicos do desenvolvimento social e económico concelhios”.