Eduardo Teixeira demite-se da direção do PSD com críticas a Inácio Ribeiro

O ex-vereador do PSD e atual membro da direção concelhia de Felgueiras, Eduardo Teixeira, avançou hoje que vai apresentar a demissão do seu cargo na direção do partido, assumindo a “rutura política” com o líder da comissão política e presidente da Câmara Municipal, Inácio Ribeiro.

Em declarações ao EXPRESSO DE FELGUEIRAS, Eduardo Teixeira sublinhou que vai manter-se como militante social-democrata e lançou críticas ao desempenho de Inácio Ribeiro, acusando-o de estar a “enquistar” o partido, provocando o afastamento e a desilusão dos militantes.

“A Comissão Política está muito à volta da máquina municipal, naqueles que estão à mesa do orçamento municipal, deixou de haver debate de ideias e Inácio Ribeiro tornou-se prepotente, arrogante, autista e, do meu ponto de vista, está a conduzir o partido para um beco sem saída”, declarou.

Em 2009, Inácio Ribeiro e Eduardo Teixeira festejaram junto a histórica vitória. Oito anos depois, o divórcio político
Em 2009, Inácio Ribeiro e Eduardo Teixeira festejaram juntos a histórica vitória da Nova Esperança. Oito anos depois, o divórcio político acontece

O histórico militante do PSD e atual presidente do FC Felgueiras também reprova, com adjetivos contundentes, o trabalho de Inácio Ribeiro como presidente da Câmara, considerando que a autarquia de Felgueiras vive o pior mandato de sempre em democracia.

“Ter Inácio Ribeiro mais quatro anos como presidente de Câmara será igual a mais inércia, mais comodismo, mais passividade, mais amorfismo. O concelho irá piorar”, afirmou o social-democrata, garantindo que não apoiará o PSD se o atual presidente da Câmara se recandidatar nas autárquicas deste ano.

O EXPRESSO de FELGUEIRAS publicará, na edição de sexta-feira, mais declarações de Eduardo Teixeira sobre o momento atual do PSD Felgueiras, da Câmara Municipal e do posicionamento que aquele social-democrata poderá assumir no próximo combate eleitoral.