Felgueiras vai experimentar feira ao sábado uma vez por mês

Felgueiras vai ter, a partir de 2017, uma vez por mês, a título experimental, uma feira ao sábado, para além dos mercados semanais, à segunda-feira, que se mantêm, avançou hoje à Lusa o vereador Francisco Cunha.

Francisco Cunha entrevista

Segundo o autarca, a experiência vai prolongar-se por um ano para se perceber “a apetência da população”. Se os resultados forem bons, prometeu, a realização de uma feira ao sábado, passará a ter caráter definitivo.

“Não nos interessa ter uma feira só para feirantes e sem população”, comentou o vereador responsável pela gestão de mercados e feiras no concelho.

O mercado de Felgueiras, realizado sempre à segunda-feira, registou noutras épocas uma maior procura. Nas últimas décadas, a presença de clientes tem decaído, algo que o vereador atribui ao facto de a maioria da população estar ocupada nos seus empregos, sobretudo na indústria de calçado, que ocupa dezenas de milhar de pessoas.

Por isso, acrescentou, talvez ao fim de semana haja maior disponibilidade para as pessoas acorrerem ao mercado.

Acresce que, prosseguiu, as recentes obras de remodelação realizadas no mercado municipal, proporcionam melhores condições para quem vende e para quem compra, justificando-se por isso tentar potenciar o espaço.

mercado de Felgueiras feira 2

Francisco Cunha diz que os feirantes já foram contactados e fizeram chegar as suas expetativas, mostrando-se agradados com a realização de uma feira, uma vez por mês, ao fim-de-semana.

Se a experiência correr de acordo com as expetativas da Câmara, assinalou, os feirantes que habitualmente vendem os seus produtos em Felgueiras poderão ter possibilidade de aumentar os seus rendimentos, o que dinamizará o setor agrícola no concelho.

Questionado pela Lusa se o modelo pode ser estendido à Lixa, segundo polo urbano do concelho, onde o mercado semanal é à terça-feira, Francisco Cunha sublinhou que “isso não está previsto”.

O autarca explicou que a feira da Lixa é tradicionalmente mais concorrida do que a de Felgueiras, o que se deve à sua maior abrangência territorial, nomeadamente a presença de clientes de várias freguesias dos vizinhos concelhos de Amarante e de Celorico de Basto, menos industrializados.

“É caso para dizer que a área urbana da Lixa vai para além dos limites do território de Felgueiras. A feira da Lixa é, tradicionalmente, uma feira com imensa procura”, comentou.

 

APM.

Lusa/fim